Porsche faz dobradinha em Austin. Silverstone volta ao calendário do WEC

(Foto: Porsche AG)

(Foto: Porsche AG)

A Porsche dominou a primeira fila para a etapa de Austin do Mundial de Endurance, que será realizada neste sábado, 16, no Circuito das Américas nos EUA. Com o tempo de 1:44.741 o Porsche #1 do trio formado por Neel Jani, André Lotterer e Nick Tandy, superou nos momentos finais o segundo carro da equipe. O tempo foi conquista por Jani. Com uma diferença de 1.659 segundos aparece o Toyota #8, seguido pelo #7. A classe LMP1 terá apenas quatro carros competindo.

Para Andreas Seidl, chefe da equipe Porsche, o calor será um desafio extra durante a prova. “Considerando o calor, este desempenho é especialmente notável. Tendo ambos os nossos Porsche 919 largando na primeira fila, nos dá a melhor chance para a corrida. No entanto, esperamos que as mesmas altas temperaturas amanhã e, portanto, a corrida de seis horas vai se sentir extremamente longa. Mas com tudo o que aprendemos durante os treinos livres nos últimos dias, nos sentimos bem preparados.”

Treino classificatório Austin

Pelos lados da Toyota o desapontamento é grande. Mike Conway afirma que seu tempo poderia ser melhor, caso um LMP2 não tivesse lhe atrapalhado: “Estou muito irritado porque eu perdi  tempo devido a um LMP2. Ele saiu das boxes, assim como eu estava começando minha volta. Ele estava apenas pilotando por aí sem olhar o que está ao seu redor, embora eu estivesse farol alto.”

Na classe LMP2, a pole ficou com o Oreca #36 da equipe Signatech Alpine. Nicolas Lapierre, Gustavo Menezes e André Negrão vão partilhar a primeira fila com o Oreca #13 da equipe Rebellion Racing, que terá Nelsinho Piquet entre os pilotos. Bruno Senna larga em quarto na classe com Oreca #31 da Rebellion.

Bruno cravou o tempo de 1min53s081, diferença pouco inferior a dois décimos sobre Daniel Heinemeier Hensson, do outro carro da Rebellion e segundo mais rápido do qualifying. Mas no average o tempo subiu para 1min54s394 e o Oreca-Gibson de Senna e Julien Canal, que também contam com a companhia de Nicolas Prost, foi superado por Hensson, Nelsinho Piquet e Mathias Beche e pelos líderes do campeonato – Ho-Pin Tung, Oliver Jarvis e Thomas Laurent, que dividiram a segunda fila com Bruno e seus parceiros.

A prova deste sábado é importante no esforço de Bruno se aproximar ainda mais da ponta da tabela, meta que parece mais ao alcance depois da vitória há duas semanas nas 6 Horas do México e que reduziu a desvantagem em relação aos líderes de 46 para 23 pontos – a vitória e a volta mais rápida rendem 26. Bruno saiu do Autódromo Irmãos Rodrigues suspeitando que a Rebellion pode ter encontrado o acerto ideal do carro, mas prefere esperar mais um pouco antes de aceitar que o trabalho de desenvolvimento está mesmo rendendo frutos. “Uma corrida não é suficiente. Temos de esperar mais um pouco para termos essa certeza.”

O que pode servir de consolo a Bruno é que o roteiro da prova na capital mexicana obedeceu a um roteiro semelhante nos treinos classificatórios. Também lá, Bruno foi o mais veloz da categoria, mas caiu para terceiro depois da entrada do segundo piloto da Rebellion. Na corrida, no entanto, tomou a ponta logo na primeira volta, abriu grande vantagem dos perseguidores e foi determinante para a primeira vitória da Rebellion Racing em sua temporada de estreia na LMP2 e a sua segunda no México.

 Na classes GT, AF-Corse #71 lidera na PRO, enquanto o Aston Martin #98 larga em primeiro na classe AM.

 Calendário do WEC sofre alterações para 2018/2019

21728159_1593945290661919_2462972726657503631_n

 A direção do Mundial de Endurance atualizou o calendário como o novo formato do campeonato para os próximos anos. A principal alteração da primeira versão é o retorno de Silverstone, que passa a ser a quarta etapa do campeonato.

 Tradicionalmente os testes oficiais voltam a ser realizados no circuito de Paul Ricard entre os dias 6 e 7 de abril de 2018, que se estende com SPA, Le Mans, Silverstone, Fuji e Xangai. A luta pelo título continua em 2019 com etapas em Sebring, SPA e Le Mans fechando o campeonato. O calendário precisa ser oficializado perante o conselho mundial da FIA.

 Tanto Silverstone, quanto Sebring serão realizadas no mesmo final de semana do ELMS e IMSA respectivamente. A prova americana vai ter sua larga no período noturno, amanhecendo no domingo.

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.