Pipo Derani comemora vitória em Sebring: “Três montadoras diferentes, três vitórias em quatro anos”

Pipo Sebring

(Foto: José Mário Dias)

Uma vitória incontestável. A terceira em quatro anos para o jovem brasileiro Pipo Derani nas 12 Horas de Sebring, uma das maiores provas do endurance mundial e válida pela segunda etapa da temporada 2019 do IMSA WheaterTech SportsCar Championship. Depois de vencer a corrida em sua estreia, em 2016, e repetir a dose no ano passado, Derani venceu novamente a lendária corrida neste sábado (16) na Flórida (EUA).

Ao lado do brasileiro Felipe Nasr e do norte-americano Eric Curran e a bordo do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R da equipe Action Express Racing, Derani e os companheiros lideraram 249 das 348 voltas em disputa e receberam a quadriculada 1.030 segundo à frente do #10 Konica Minolta Cadillac, a menor diferença numa chegada em 67 edições das 12 Horas de Sebring.

Com o feito, Derani consolida ainda mais o seu nome no endurance mundial, onde já venceu as 24 Horas de Daytona em 2016 e também foi vice-campeão das 24 Horas de Le Mans em 2017 pela LMGTE Pro.

Além de Derani, apenas mais quatro pilotos faturaram as 12 Horas de Sebring três vezes. Pipo igualou o norte-americano Phil Hill, que foi campeão da Fórmula 1, e também venceu a histórica prova de endurance em três oportunidades em quatro anos (1958, 1959 e 1961). Mario Andretti, Olivier Gendebien e Marco Werner também ganharam as 12 Horas de Sebring três vezes, mas num espaço de tempo maior.

O brasileiro ainda tem mais um destaque nas conquistas em Sebring. Elas aconteceram por três montadoras diferentes: Honda e Nissan nos anos com a Tequila Patrón ESM e agora com a Cadillac na Action Express Racing.

“Estou sem palavras. Três montadoras diferentes, três vitórias em quatro anos. O que mais posso dizer?”, indagou. “Estou muito feliz. Gostaria de agradecer à equipe pela perfeita execução do trabalho hoje. Conseguimos estar na liderança nas horas 4, 8 e no final e isso nos deu a liderança também do endurance”, destacou Derani.

“Deu tudo certo na corrida. Do início ao fim. Nada deu errado. Os pilotos, os mecânicos, os engenheiros, a estratégia… foi tudo perfeito!”, continuou o brasileiro, responsável pela largada com o #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R, quando a chuva e a pouca visibilidade tornaram as condições muito complicadas.

“A corrida começou de uma forma, onde tudo poderia dar errado, com muita chuva. Largamos em quinto e consegui ir para primeiro antes do final da primeira hora. Foi sensacional e dali em diante tudo se encaixou. Estou realmente muito feliz por ter vencido em Sebring pela terceira vez. Poucas pessoas conseguiram isso. Pra mim, é uma honra colocar meu nome junto ao delas. Mas não teria chegado aqui sem o apoio da minha família e de grandes equipes. Sem a sorte de ter trabalhado com pessoas excepcionais durante todos estes anos, tanto na Patrón, quanto hoje na Action Express. Agradeço a eles pela oportunidade de correr este ano numa equipe tão renomada e os resultados já estão aparecendo com o segundo lugar em Daytona, a vitória em Sebring e a liderança do endurance e no geral. Foi um dia sensacional”, comemorou Derani.

Depois que a prova começou com Safety Car e muita chuva, Derani precisou apenas de seis voltas em bandeira verde para chegar à liderança. E manteve a ponta até a segunda hora, quando foi o primeiro piloto a parar e trocar os pneus de chuva por slicks.

“Para ser honesto, eu não tinha certeza sobre a troca (para os pneus slicks)”, contou Derani. “A pista estava molhada, mas ao mesmo tempo, sentia que os pneus estavam começando a ir embora. Foi um grande trabalho da equipe colocar os slicks. Eu não pude dar uma resposta a eles, mas eles fizeram o trabalho certo. Foi realmente difícil no começo, com muita água e spray”, lembrou o brasileiro.

A quarta bandeira amarela do evento, na 10ª hora da disputa, diminuiu a diferença de 48 segundos de Derani, permitindo a Jordan Taylor – vencedor das 24 Horas de Daytona em janeiro – se aproximar. Nasr assumiu na relargada e Taylor voltou a se aproximar na última bandeira amarela nos minutos finais. Nasr novamente relargou muito bem, faltando oito minutos para o final, para vencer.

Outro ponto decisivo da corrida veio antes da oitava hora da prova. Nasr ultrapassou o #10 Konica Minolta Cadillac não apenas para assumir a liderança, mas também capturar os cinco pontos para o Campeonato Norte-americano de Endurance. O Whelen Engineering venceu os três segmentos da disputa e agora está empatado com o carro #10 na liderança da competição, que inclui as quatro provas de longa duração do IMSA (além de Daytona e Sebring, Petit Le Mans e Watkins Glen).

Derani, Nasr e Curran também lideram a classificação geral, após duas das 10 etapas do IMSA. A próxima etapa acontecerá no dia 13 de abril em Long Beach, na Califórnia (EUA), com a primeira prova Sprint do ano.

Confira os 10 primeiros nas 12 Horas de Sebring (categoria DPi):
1 31 F. Nasr / E. Curran / P. Derani Whelen Engineering Racing Cadillac DPi 348 voltas em 12:00:15.925 
10 R. Van Der Zande / J. Taylor Konica / M. Vaxiviere Minolta Cadillac DPi-V.R. +1.030 
5 J. Barbosa / B. Hartley Mustang / F. Albuquerque Sampling Racing Cadillac DPi +4.023 
4 7 R. Taylor / H. Castroneves / A. Rossi Acura Team Penske Acura DPi +11.331 
5 54 J. Bennett / C. Braun / R. Dumas CORE autosport Nissan DPi +1 volta
6 55 J. Bomarito / H. Tincknell / O. Pla Mazda Team Joest Mazda DPi +2 voltas
85 M. Goikhberg / T. Vautier / J. Piedrahita JDC-Miller MotorSports Cadillac Dpi + 2 voltas
8 84 S. Trummer / S. Simpson / C. Miller JDC-Miller MotorSports Cadillac + 3 voltas
6 D. Cameron / J. Montoya / S. Pagenaud Acura Team Penske + 9 voltas
10 50 W. Owen / R. Binder / A. Canapino Juncos Racing Cadillac Não completou

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *