Piloto morre durante as 4 Horas de Sebring

Norma M30 da Fort7 Motorsports venceu na classe LMP3. (Foto: Divulgação)

Dezoito carros entre protótipos LMP3, GT3 e GT4, participaram neste domingo, das 4 Horas de Sebring. A prova disputada no circuito  homônimo. A prova foi marcada por desistências e a morte de Tim. M. George. 

O piloto de 59 anos, estava ao volante do Ligier #2 da ANSA Motorsports, quando sofreu um mal súbito. Ele ainda chegou a entrar com o protótipo dentro dos boxes, mas não resistiu. 

Paramédicos tentaram reanimá-lo ainda na pista, antes de ser levado para um hospital nas proximidades do circuito, onde foi atestado o óbito. Ele dividiu o carro com Jon Brownson e Neil Alberico, que retornou à pista após o incidente, mas depois se retirou. 

Piloto tinha 59 anos. (Foto: IMSA)

George, um neurocirurgião experiente, havia competido no IMSA Prototype Challenge entre outras séries, nos últimos anos. A IMSA soltou uma nota lamentando a morte do piloto:

 “A família IMSA fica chocada e triste ao saber da morte do Dr. Tim George hoje. Ele era um participante de longa data da IMSA e amigo de muitos no paddock. Neste momento difícil, gostaríamos de estender nossos pensamentos, orações e simpatias mais profundas a sua esposa Rosalind e ao resto de sua família.”

A Michelin, patrocinadora da corrida, também divulgou nota lamentando a perda. “A Michelin oferece suas sinceras condolências à família e aos amigos do Dr. Tim George, que faleceu enquanto seguia sua paixão”.

“Estamos tristes com a perda desse membro da família do automobilismo. Nossos pensamentos estão com a equipe da ANSA Motorsports, familiares e amigos”. 

Vitória da Fort7 Motorsports 

Tristan Nunez, Jonathan Jorge e Joel Janco, venceram a prova com o Norma M30 #47 da Fort7 Motorsports. A equipe do #47 assumiu a liderança na terceira hora da prova, depois de Nunez superar o Ligier #30 da Sean Creech Motorsport durante os pits. 

Boyd Naj Husain que pilotou o #30, se manteve próximo a Nunez até o final da prova, que teve uma bandeira amarela de aproximadamente 30 minutos. 

Resultado final da prova

A essa altura, Nunez havia entrado na Norma Quarenta e Sete enquanto Boyd estava ao volante do Sean Creech Ligier e os dois correram nariz a cauda até a bandeira quadriculada. A diferença entre ambos foi de 0,877 segundos. 

A terceira posição ficou com os pilotos, Joel Robillard e Steven McAleer, no Norma #43 da Robillard Racing. O quarto e último protótipo LMP3 a terminar na primeira volta foi o Ligier da K2R Motorsports dos pilotos Jim McGuire, Matt Bell e Kay van Berlo.

Na classe LMP3, Madison Snow, que pilotava o Lamborghini da Paul Miller Racing,  liderou até a última rodada de pit stops, sendo superado pelo Mercedes-AMG GT3 da Riley Motorsports, que estava em terceiro.

Uma troca de pneu somente no lado esquerdo deu a Lawson Aschenbach a vantagem de posição na pista, com o Porsche 911 GT3 Rs de Jan Heylen (Wright Motorsports) e Spencer Pumpelly (Black Swan Racing) ficando em segundo e terceiro respectivamente. 

Heylen compartilhou o Porsche da Wright Motorsports Porsche com Ryan Hardwick e Maxwell Root, enquanto Pumpelly dividiu o 911 GT3 da Black Swan Racing Porsche  Marc Miller e Tim Pappas.

Depois de largarem na primeira fila, os dois Ligier da Performance Tech Motorsports, terminaram em nono e décimo lugar respectivamente. Na classe GT4 a vitória ficou também com a equipe Riley, Jim Cox e Dylan Murry que dominaram a corrida que teve quatro carros inscritos na classe. 

O Ford Mustang da  PF Racing Ford liderou nos primeiros 20 minutos, mas acabou perdendo o primeiro lugar da classe, depois que saiu da pista. O azar continuou quando problemas na direção obrigaram o carro a parar na terceira hora da prova. Mesmo assim terminou na terceira colocação. 

O BMW M4 GT4 da Turner Motorsport também parecia uma ameaça desde o início, mas também parou com um problema mecânico. O segundo lugar ficou com o Audi R8 LMS GT4 da CarBahn with Peregrine Racing, que terminou quatro voltas na Mercedes vencedora. 

 

Published
3 semanas ago
Categories
IMSA
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *