Os segredos do Audi R18

ACA_1124A_IMG_0159

Um dos grandes pontos do novo regulamento da ACO para 2011 é a redução dos motores o chamado downsizing. Na pratica seria algo como um motor 1.8 com o peso de 1.0 porém com potencia aumentada.

O novo motor é um V6 TDI 3.7 litros 540 cv, 25% mais leve do que o motor utilizado no modelo R15. Para o diretor da Audi Wolfgang Ullrich a redução do tamanho do bloco possibilita a instalação sem grandes mudanças do KERS no futuro. “Quando esta tecnologia venha a ficar mais eficaz, usaremos em Le Mans. “

Com um angulo de abertura em V com 120º que foi “lançado” pela Renault na F1 nos anos de 2001 a 2003 reduz substancialmente o centro de gravidade do motor. Assim o espaço entre os 2 bancos de cilindros pode acomodar o coletor de escape que nos outros protótipos é posicionado nas laterais do motor.

2011_04_29_audi_moteur
Motores a Diesel para terem um melhor rendimento precisam de um turbo. O do R18 está no centro do V o que deixa o “caracol” visível pela carenagem. Ao contrário do 908 que utiliza dois turbos a Audi optou por um apenas. “Caso contrário, o tempo de resposta seria muito ruim”. É o que afirma o responsável pelos motores da marca Ulrich Baretzky. Com este sistema os gases do escape saem por canos menores e ajuda no donwforce da asa traseira.

O sistema já começa a dar seus resultados com o R18 fazendo o melhor tempo no dia de testes em Le Mans. Pelo menos por enquanto o título de mas velos no circuito é da Peugeot com 340km/h na reta Mulsane.
Published
8 anos ago
Categories
24 Horas Le MansAudi
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *