Oliver Jarvis e Jamie Green esperam voltar a competir no Brasil

Jarvis sai, Pizzonia entra  (Rodrigo Guimarães/MF2)

Jarvis sai, Pizzonia entra (Rodrigo Guimarães/MF2)

Foi difícil, até perigoso no início da prova, mas os ingleses Oliver Jarvis e Jamie Green, convidados da Equipe Prati-Donaduzzi para a Corrida de Duplas que abriu neste sábado o calendário-2018 da Stock Car, aprovaram a experiência da estreia e gostariam de reprisá-la no futuro. Jarvis correu como parceiro de Antonio Pizzonia, que cruzou a linha de chegada em 14º, enquanto Green foi o companheiro de Julio Campos, abatido por um problema no volante no exato momento da troca de pilotos. Campos acabou abandonando nos boxes e foi de lá que viu o atual campeão e pole Daniel Serra chegar à vitória ao lado de João Paulo de Oliveira.

Jarvis disse que, sem qualquer dúvida, poderia voltar ao Brasil. “Acho que foi uma experiência bastante proveitosa. Não é fácil vir para cá, por causa dos meus compromissos na Europa, mas tenho certeza que retornaria em condições bem melhores”, disse. “Gostei muito da corrida, apesar de todas as dificuldades no começo provocadas pela chuva. Na Europa esta corrida nem teria sido iniciada. Não dava para ver nada nas primeiras três ou quatro voltas. Eu não tinha ideia de quem ia à minha ou onde estava a pista. Mesmo assim, depois fizemos progressos, tivemos boas disputas e poderíamos até terminar no Top 8. Infelizmente, surgiu um pequeno problema no pit stop e, em seguida, estranhamente demoraram para permitir que o Antonio ultrapassasse o safety car. Ele estava muito rápido no final. Curti bastante, mas de certa forma foi frustrante pela falta de um resultado melhor”, comentou. No próximo fim de semana, ele estará na Flórida para as 12 Horas de Sebring do Weathertech Championship.

Astro do Campeonato Alemão de Turismo, Green também ressaltou o aprendizado do début no país, na categoria e na pista. “Agora sei muito mais do Brasil e da Stock Car do que antes. Passei uma boa semana por aqui. Sobre a corrida, acho que estava molhado demais para ser iniciada. Não havia visibilidade alguma por causa do spray. Acho que a organização deve pensar sobre isso, porque poderia ter acontecido um grande acidente. Quando o asfalto começou a secar, finalmente deu para ver onde eu estava. Quando saí do carro para a entrada do Julio, parecia que estávamos a caminho dos pontos. Eu ainda tinha oito cargas do botão de ultrapassagem e paramos no momento certo para colocar os pneus de seco. Julio tinha ótimo potencial para o restante da corrida. Infelizmente, tivemos um problema na fixação do volante e isso acabou com nossas chances”, lamentou. Sobre a Corrida de Duplas, elogiou o espírito do evento. “Esta prova de convidados é muito legal. A Equipe Prati-Donaduzzi cuidou muito bem de mim durante toda a semana. Sem dúvida, eu gostaria de voltar”. Junto com Jarvis, Green regressaria na noite deste sábado para a Inglaterra.

Published
4 meses ago
Categories
Stock Car
Tags
Comments
Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.