Nick Leventis não poderá participar de competições automobilistas por quatro anos por doping

Piloto já teve equipe no WEC. (foto: Reprodução Youtube)

O piloto Nick Leventis foi condenado pelo comitê disciplinar antidoping da FIA ,a ficar longe das pistas por quatro anos. Leventis que é dono da equipe Strakka Racing que chegou a competir no Mundial de Endurance e atualmente disputa o Blancpain GT Series. 

Leventis caiu no teste depois de disputar a etapa do Califórnia Intercontinental GT. Foram encontradas as substâncias anastrozol, um medicamento inibidor e drostanolona, um esteroide anabolizante. O teste foi realizado no dia 28 de outubro, em Laguna Seca. 

As substâncias são terminantemente proibidas pela FIA, Leventis não apresentou qualquer laudo médico, que provasse o uso dos medicamentos para tratar alguma doença. No dia 21 de janeiro o piloto recebeu uma suspensão provisória de 30 dias. Em 19 de fevereiro, o piloto enviou carta à FIA informando que estaria se aposentando do automobilismo, e admitiu que usou as substâncias. 

“O piloto afirmou, em uma correspondência posterior datada de 25 de março de 2019, que a comissão da violação da regra antidoping não foi intencional, explicando que o anastrozol foi prescrito por um médico e que a drostanolona foi fornecida a ele por um personal trainer”, diz a declaração da FIA.

“O motorista diz que as substâncias foram administradas sem qualquer intenção de melhorar seu desempenho, e que ele não sabia que havia um risco de que a administração das substâncias resultasse em uma violação da regra antidoping”.

“No entanto, dado que ele se aposentou do automobilismo, o motorista indicou que não deseja lutar contra o processo antidoping contra ele e, portanto, está preparado para aceitar as consequências prescritas pelo ADR da FIA.”

Equipe competiu com modelos HPD, Dome e Zyteck. (Fotos: Divulgação)

O Mercedes-AMG GT3 #42 da equipe foi desclassificado das 8 Horas da Califórnia, onde tinha vencido na classe GT3 Pro-AM. O primeiro lugar ficou com a DXDT Racing dos pilotos David Askew, Ryan Dalziel e Mike Hedlund, quase oito meses após a conclusão do evento.

A equipe competiu com protótipos LMP1, LMP2 e GT3. Nick Leventis não estava mais entre os pilotos regulares da equipe. Sua punição vai até o dia 28 de outubro de 2022. 

A equipe tem dois carros inscritos para as 24 Horas de SPA neste final de semana, incluindo uma entrada apoiada pela Mercedes-AMG que foi realizada desde a segunda rodada da temporada do IGTC em Laguna Seca em março.

Published
4 semanas ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *