Nem a neve tirou a vitória da Toyota em Spa

Toyota vence em Spa

(Foto: Toyota)

Chuva, sol, frio, granizo e neve, foram apenas algumas das intempéries que apareceram na penúltima etapa da temporada 2018/19 do Mundial de Endurance, que foi realizada neste sábado, 04, no circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica. Mesmo com as dificuldades comuns para quem compete no circuito, uma coisa não mudou, uma Toyota venceu a prova.

Fernando Alonso, Sebastien Buemi e Kazuki Nakajima, deram um longo passo para a conquista do título de pilotos, com o TS050 #8. A vitória veio depois de problemas técnicos no TS050 #7, no meio da corrida. Esta foi a quarta vitória do trio na atual temporada.

Com várias interrupções pelo Safety-Car, a prova de seis horas terminou 14 minutos antes do previsto, por conta da chuva e neve nos momentos finais. O Rebellion #1 dos pilotos Gustavo Menezes, Thomas Laurent e Nathanaël Berthon, chegou em segundo lugar, superando o SMP Racing #11 e #17 que ficaram com o terceiro e quarto lugares, respectivamente. Bruno Senna, André Lotterer e Neel Jani, completaram os cinco primeiros.

DragonSpeed

DragonSpeed vence na classe LMP2. (Foto: Divulgação)

Na classe LMP2 a equipe DragonSpeed venceu com Anthony Davidson, Pastor Maldonado e Roberto Gonzales, que pilotaram o Oreca 07 #31. Na segundo posição o Aurus da equipe G-Drive Racing. André Negrão Pierre Thiriet e Nicolas Lapierre com o Alpine #36, superaram o Oreca #38 da Jackie Chang DC Racing. O trio da equipe francesa tem uma vantagem de cinco pontos para o #38 dos pilotos Gabriel Aubry, Stephane Richelmi e Ho-Ping Tung.

Aston Martin vence na classe GTE-Pro

Aston Martin

Aston Martin vence na classe GTE-Pro

As disputas na classe GTE-Pro perduraram por toda a prova. A pista molhada favoreceu Alex Lynn e Maxime Martin, que venceram com o Aston Martin #97, conquistando a primeira vitória da atual geração do AMR Vantage GTE.

Em segundo aparece a Ferrari #51 da equipe AF Corse de James Calado e Alexandre Pier Guidi. A vitória do Aston #97 veio depois de ultrapassar a Ferrari #71, minutos antes da entrada do Safety-Car, faltando 15 minutos para o término da prova. A Ferrari #51 pilotada por James Calado também se aproveitou, ficando com o segundo lugar.

A Porsche terminou em terceiro e quarto lugares, no entanto, o carro #91 do fabricante alemão que alcançou devido a uma penalidade de drive-through pouco antes do término da corrida. António Félix da Costa e Augusto Farfus terminaram na quarta colocação com o BMW #82  à frente do#67 do Ford GT pilotado por Andy Priaulx e Harry Tincknell.

Proton Competition

Porsche da Proton vence na classe GTE-Am. (Foto: Proton Competition)

Na classe GTE-Am, a vitória ficou com o Porsche #77 da Dempsey-Proton Racing de Matt Campbell, Christian Ried e Riccardo Pera. O primeiro lugar veio com uma diferença de cinco segundos para o Aston Martin da TF Sport de Charlie Eastwood, Euan Hankey e Salih Yoluc. Ele marcou a terceira vitória consecutiva os pilotos da Dempsey-Proton, enquanto a TF Sport reivindicou seu quarto lugar em segundo lugar. A Ferrari da Clearwater Racing terminou no pódio, enquanto a $54 da Spirit of Race Ferrari perdeu seu lugar na lista dos três primeiros, quando Giancarlo Fisichella foi acertado pelo Porsche #91 na quinta hora.

Classificação final Spa

 

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *