“Não havia mais nada que pudesse ser feito”, comenta Nasr sobre quarto lugar em Mosport

(Foto: José Mario Dias)

Os brasileiros Pipo Derani e Felipe Nasr completaram a sétima etapa do IMSA WeatherTech SportsCar Championship, no último domingo (dia 7), na quarta colocação na disputa no Canadian Tire Motorsport Park, em Ontário, no Canadá.

Com o resultado, a dupla do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R segue firme na briga entre os DPis. Restando agora três etapas para o final da temporada, a equipe mantém-se na luta para defender o título de 2018.

Nasr, que classificou o carro na sexta colocação no sábado (6), já subiu para quarto logo na primeira volta no Mosport Park. Apesar de ter caído para o quinto lugar na volta seguinte, o brasileiro recuperou o quarto lugar próximo da primeira hora da disputa e manteve essa posição até o final de seu stint duplo.

“Fizemos de tudo para maximizar o nosso resultado. Não havia mais nada que pudesse ser feito além disso. Toda a equipe Action Express Racing realizou um trabalho incrível: nos pit stops, nas trocas de pilotos, foi tudo fantástico”, ressaltou Nasr.

“O Pipo também fez um grande trabalho, lutando até o final e conquistando o quarto lugar nas últimas voltas. Se não tivermos mais velocidade antes da próxima corrida, não teremos como reverter esse quadro. Tudo o que fazemos na pista não é suficiente. Tivemos um bom dia e conseguimos minimizar os danos o máximo que pudemos”, completou o atual campeão do IMSA.

Derani assumiu o cockpit na segunda parte da prova e, após um pit stop em bandeira verde, aparecia em sexto lugar. O brasileiro acelerou forte e chegou a estar em terceiro antes de parar novamente e cair para quinto. Mas com uma pilotagem arrojada, o brasileiro conseguiu ganhar mais uma posição nas voltas finais, ultrapassando um dos Acura para terminar em quarto lugar.

“O carro estava ótimo, mas infelizmente não tivemos o mesmo ritmo dos líderes”, declarou Derani, lembrando que nas últimas provas os Mazda e Acura mostraram-se bem mais rápidos que os Cadillac.

“Pude fazer uma boa volta quando estava com pneus novos, mas não conseguimos acompanhar os demais, especialmente nas retas. Ficamos em quarto lugar e é tão difícil quando lutamos tanto para conseguir uma posição que não é tão boa. Mas, no final, quarto era o melhor que poderíamos conquistar nesta corrida”, observou.

“Ao menos, continuamos perto na briga pelo campeonato. Gostaria de agradecer muito à equipe Action Express. Tudo estava em jogo nesta corrida. Fico muito orgulhoso de fazer parte deste time. Fizemos o nosso melhor, o que é muito importante”, completou Derani.

Os brasileiros seguem em segundo na classificação, com 204 pontos, três a menos que os líderes Juan Pablo Montoya e Dane Cameron. Na temporada, Nasr e Derani têm uma vitória em Sebring e dois segundos lugares (24 Horas de Daytona e Detroit).

Além dos brasileiros, a equipe Action Express Racing também conta com a dupla portuguesa João Barbosa e Filipe Albuquerque na temporada regular do IMSA, a bordo do #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R. Na prova de domingo, a dupla sofreu com um problema na embreagem nos minutos finais e não pode completar a etapa no Canadá. Depois de ficarem a maior parte do tempo na sexta colocação na disputa, eles encerraram a corrida na 10ª posição entre os DPis.

Os portugueses ocupam a sétima colocação na classificação do campeonato, com 183 pontos. A oitava etapa do IMSA será disputada no dia 4 de agosto em Elkhart Lake, no circuito Road America.

Resultado final Mospor 2019
Published
11 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *