McNish com medo dos protótipos a gasolina

audi_motorsport-100410-0451
O site doxcar.com trouce uma entrevista com o piloto da Audi Alan McNish. Para o piloto o maior desafio para a temporada 2011 são a nivelação dos modelos a gasolina em comparação com os a diesel da Audi e Peugeot.

Os modelos a Diesel começaram seu domínio em 2006 quando a Audi apresentou o seu modelo R10, desde então nenhum carro movido a gasolina venceu em Le Mans e foram poucas as vezes que em uma corrida que tivesse um modelo Audi ou Peugeot um dos dois não tivesse ganho.

Para este ano a ACO fez uma série de mudanças para os modelos a gasolina terem alguma chance. A primeira fabricante a apostar foi a Aston Martin que vai lançar um inédito protótipo aberto contrariando a grande maioria das equipes que está optando por modelos fechados. “Olhando para a velocidade da Aston Martin em linha reta ano passado, eles eram muito rápidos, não há dúvida” revelou o piloto no AutoSport Internacional.

O grande diferencial por parte da Audi é que a mesma já apresentou seu R18 enquanto o protótipo da Aston ainda sequer foi apresentado ou testado.”A única área que temos uma ligeira vantagem é que estamos com o nosso carro já e testes”.

Outra equipe que preocupa o time alemão é a Rebellion Racing que fechou uma parceria com a Toyota no fornecimento de motores. “Este é um pacote que temos que esperar e ver. Eu sei que a capacidade da Toyota para produzir motores, é boa, mas teremos que esperar e ver quando eles foram para a pista”

Com a nova politica além da Toyota, a Nissan e a Honda estão desenvolvendo propulsores para este ano sem esquecer dos blocos BMW montados pela Judd. Audi e Peugeot que se cuidem.
Published
8 anos ago
Categories
201124 Horas Le MansNotícias
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *