McLaren Senna marca possível retorno da marca para Le Mans?

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O lançamento oficial da McLaren Senna, esportivo que terá apenas 500 unidades produzidas ao custo de mais de 1 milhão de dólares, pode ser o prelúdio de um possível retorno do fabricante inglês para Le Mans.

Marcado para o próximo dia 6 de março durante o salão de Genebra, a apresentação do novo esportivo, pode vir acompanhada de anúncio de um programa GTE. Não é de hoje que a McLaren almeja voltar a competir em Le Mans. Seu principal piloto, Fernando Alonso, vai competir este ano na grande prova francesa pela Toyota, já deixou claro que vai repetir a dose se tudo der certo.

Ainda no campo das especulações o novo bólido pode (ou não) ter como base o novo 720S GT3 que deve ganhar as pistas em 2019. Mesmo indo pelo caminho óbvio que seria os GTs, a marca iniciou um programa LMP, se baseando em um chassi inédito. O projeto não passou dos desenhos.

O carro

O exterior em fibra de carbono aparente é a característica individual mais óbvia da McLaren Senna Carbon Theme by MSO. Composto de 67 peças, o conjunto da carroceria leva quase 1.000 horas para ser produzido. Detalhes em Amarelo Solar no exterior das soleiras, na asa traseira e nos elementos aerodinâmicos ativos dianteiros – um processo que consumiu quase 250 horas do tempo da MSO – combinado com as pinças dos freios em Verde Laurel, homenageiam as cores do capacete do lendário piloto brasileiro.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O esquema de cores continua no interior do carro, com o pistão a gás da porta em Verde Laurel e costura contrastante nos acabamentos em Carbon Black Alcantara® dos bancos, interior das portas e painel. O volante também tem um detalhe central de couro em um tom similar.

Os dois bancos ostentam um “S” de Senna no encosto de cabeça, e o mesmo detalhe se repete em fibra de carbono aparente com acabamento acetinado nas placas laterais da asa traseira, um resultado obtido através de um processo altamente especializado no qual cada logotipo com textura fosca é anexado ao painel de fibra de carbono brilhante. Um dos para-lamas dianteiros exibe orgulhosamente a marca Senna.

“Os clientes da McLaren Senna, no processo de especificar seus próprios carros personalizados, têm exigindo um nível elevado de conteúdo da MSO, então sem dúvida estamos atingindo nosso público-alvo”, explica Ansar Ali, Diretor Administrativo, McLaren Special Operations. “Com o carro gerando tanto interesse desde sua revelação em dezembro, nós sabíamos que era preciso produzir algo muito especial para exibir os talentos únicos da McLaren Special Operations; a McLaren Senna Carbon Theme by MSO, no Salão do Automóvel de Genebra, é exatamente o tipo de projeto que nos esforçamos para entregar, e quando os clientes tiverem a oportunidade de vê-la em pessoa, não ficarei surpreso em ver um aumento nas expressões de interesse por carros em fibra de carbono aparente da MSO similares a este.”

A McLaren Special Operations também aproveita a oportunidade para apresentar a nova opção de roda da McLaren Senna em Genebra. A roda padrão está disponível em três acabamentos, mas a nova roda MSO híbrida em fibra de carbono de 7 raios é o único design alternativo oferecido pela McLaren para o carro. A roda de porca central é feita em alumínio e fibra de carbono e, pesando 7,5 kg (roda dianteira) sem um pneu instalado, é 10% mais leve do que a roda padrão.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Contribuindo para a performance dinâmica ao reduzir o peso não suspenso, as rodas híbridas em fibra de carbono promovem uma redução de 10-15% em momento de inércia, aprimorando a aceleração, frenagem e dirigibilidade. A roda MSO híbrida em fibra de carbono de 7 raios, que também oferece aos clientes da McLaren Senna mais uma oportunidade de personalização da compra, é um opcional que estará disponível em breve, em acabamento Diamond Cut ou Stealth. A porca central com acabamento acetinado em Vermelho Memphis e Azul Vega que equipam respectivamente os lados esquerdo e direito da McLaren Senna Carbon Theme já estão disponíveis para encomenda junto à MSO.

Homologada para uso nas ruas, mas não “domesticada” para isso, a McLaren Senna foi projetada e desenvolvida desde o início para se destacar nas pistas e, como resultado, possui um foco em performance sem concessões que se reflete na sua aparência. O visual agressivo é a expressão mais forte até hoje da filosofia de que “a forma segue a função” da McLaren, e a McLaren Special Operations já está vendo interesse da parte dos compradores da McLaren Senna em tornar seus carros ainda mais diferenciados.

*Com informações do site endurance-info.com e assessoria McLaren

 

Published
6 meses ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.