Mazda com motores a gasolina no TUSC

11188418_691767337616260_3391654620477096711_n

A Mazda, equipe que compete no TUSC e vem lutando para mostrar confiabilidade do seu motor 2.2 litros SKYACTIV-D diesel pode mudar de propulsor para as próximas corridas.

Segundo o boletim técnico da IMSA divulgado nesta Sexta (19) a equipe pode utilizar um propulsor de 2 litros fornecido pela AER, o mesmo que equipava o Lola da equipe Dyson Racing até a temporada 2013 da ALMS.

A informação não foi confirmada oficialmente pela equipe, mas é notório que o carro nunca apresentou um desempenho satisfatório desde que foi lançado.

Boletim técnico IMSA.

“Nós estamos tendo grandes discussões sobre estratégia neste momento”, disse John diretor da Mazda Sportsl. “Os diesel vão ser relevante para mais alguns anos , mas o que podemos fazer? Podemos desenvolver um novo motor?

Você pode começar com um motor vindo de um modelo de rua, que é a nossa história. Isso é um caminho difícil, como temos provado aqui, mas também nos ajuda a encontrar os limites destes componentes.

“Anos atrás, foi desenvolvido um motor em parceria com a AER e ele correu de 2007 até 2012. O motor existente.”

Não se sabe se a equipe iria estrear este motor durante as 6 horas de Glen, ou se pelo menos um dos carros estaria tal motorização.

 

Published
4 anos ago
Tags
,
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *