Lukas Moraes almeja novos pódios na etapa de Hungaroring pelo Blancpain GT

Dirk Bogaerts Photography/SRO

O tradicional circuito de Hungaroring, em Budapeste, recebe a Formula 1 desde 1986, entre outras importantes categorias do automobilismo internacional. Para Lukas Moraes, a quarta etapa do Blancpain GT Series Sprint Cup será sua primeira competição na pista, mas, após um dia de treinos privados no traçado, o único brasileiro da categoria chega confiante em uma boa performance neste fim de semana (31 de agosto a 2 de setembro).

O campeonato já passou por Zolder (Bélgica), Brands Hatch (Inglaterra) e Misano (Itália), numa temporada que tem sido de muito aprendizado e evolução para Moraes, em seu primeiro ano correndo no mais importante campeonato de Gran-Turismo na Europa. Com 1 vitória e mais um pódio na divisão Silver Cup, além de um top-10 geral, a dupla formada pelo brasileiro e pelo inglês Andrew Watson busca um desempenho ainda mais forte desta vez, com a única BMW M6 GT3 do grid.

O traçado de 4.381 metros de extensão é bem técnico, com curvas de baixa velocidade e trechos estreitos, o que dificulta as ultrapassagens. Apesar disso, a expectativa é que as características do circuito se encaixem melhor ao carro da equipe francesa 3Y Technology, em comparação à pistas anteriores. Além disso, o dia de treinos realizado por Lukas foi muito produtivo para trabalharem no acerto do carro.

Faltando a rodada dupla na Hungria e a final em Nürburgring, no meio de setembro, Moraes e Watson ocupam a 3ª posição na classificação geral do campeonato, a apenas 3,5 pontos do segundo colocado e a 28,5 dos líderes. Com 70 pontos em jogo ainda, o objetivo é pontuar bem nesta etapa e conseguir terminar o ano na melhor colocação possível, no mínimo, com o vice-campeonato.

“Chegamos animados para a etapa. Não conhecia Hungaroring, mas adorei o traçado, você não tem tempo para descansar um segundo. Sabíamos que Misano seria uma pista complicada para o nosso carro, mas crescemos bastante durante o fim de semana, e conseguimos desenvolver o carro. Além disso, no treino que fiz em Budapeste, pudemos trabalhar bastante no acerto do carro, então chegamos com um bom setup básico e um planejamento do que queremos testar. O Andrew também já corre há mais tempo no Blancpain e essa experiência vai nos ajudar. A expectativa é de estarmos bem competitivos, brigando por novos pódios e até mesmo vitórias na Sprint Cup e bons resultados no geral, visando o máximo de pontos nesta reta final do campeonato, para subirmos na tabela”, comentou o piloto. 

As atividades de pista em Hungaroring têm início nesta sexta-feira, com dois treinos livres, de 1h20 cada. No sábado, cada piloto é responsável por uma classificação, de 20 minutos de duração cada, que definem os grid de largada para a corrida 1, com largada às 8h45 do mesmo dia, e para a corrida 2, às 9h30 de domingo (horários de Brasília). Ambas as provas têm duração de 1 hora mais uma volta, pit-stop obrigatórios para a troca de pilotos, e transmissão ao vivo pelo site www.blancpain-gt-series.com/.

Programação do Blancpain GT Series Sprint Cup – Hungaroring (horários de Brasília):

Sexta-feira (31 de agosto):
6h10 às 7h30 – 1º treino livre
10h25 às 11h45 – 2º treino livre

Sábado (1º de setembro):
4h40 às 5h15: Classificação 1 e 2
8h45: Largada Corrida 1

Domingo (2 de setembro):
9h30: Largada Corrida 2

Published
3 semanas ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *