Lexus avalia programa DPi na IMSA

Lexus

(Foto: Lexus)

Competindo na classe GTD da IMSA WeatherTech Sportscar, a Lexus, pensa em subir de categoria. A marca premium da Toyota compete desde 2017 entre os GT3. Terminando em segundo este ano na classe, em Daytona, o diretor da Toyota Racing Develpment, David Wilson, acompanha de perto os desdobramentos sobre o futuro da classe de protótipos.

A última vez que a Toyota, dona da Lexus, competiu pela vitória no geral na IMSA, foi nos anos 90 com o All American Racers Eagle MkIII. Ele venceu 21 das 27 provas em que foi inscrito, na finada IMSA GTP. A Lexus venceu entre 2006 a 2008 as 24 Horas de Daytona com a equipe Chip Ganassi.

Em entrevista ao site Motorsports.com, Wilson, revela que a Toyota acompanha de perto as ações da direção da IMSA, sobre os regulamentos DPi. “Estamos sempre abertos para o futuro, nos negócios de esportes nos quais você não pode se concentrar apenas hoje e amanhã, você precisa olhar no horizonte para se manter na frente”, disse. “Nós estamos no grupo de estudos com outros fabricantes, falando sobre onde a IMSA está indo em corridas de protótipos. Estamos conscientes disso e eles também gostam de ter nossos conselhos.”

“No momento, nosso foco é ganhar campeonatos na classe GTD. Da uma perspectiva de credibilidade, é importante alcançarmos um certo nível de sucesso onde corremos hoje antes de elevarmos para o próximo nível”.

“Investimos muito no desenvolvimento de pilotos e, antes de avançar para o próximo nível, eles precisam vencer onde estão. Hoje, queremos ganhar mais corridas, e terminamos em quinto no ano passado, este ano queremos estar no pódio. Esse é um objetivo difícil, queremos estar na disputa por um campeonato nos próximos anos”.

“Em relação aos DPi, e a próxima fórmula para 2022, vamos continuar a monitorá-lo.”

Wilson revela que tem predileção pela adoção de sistemas híbridos para a próxima geração de protótipos, desde que os demais fabricantes assim desejarem. “A tecnologia relevante é sempre algo que nos interessa, e eu certamente espero que isso seja uma consideração para a próxima geração de DPi”, finalizou.

 

Published
1 mês ago
Tags
,
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *