Lana Racing vence na abertura da Le Mans Cup em Paul Ricard

Norma M30 Lanan Racing

Prova foi dominada por protótipos Norma M30. (Foto: Divulgação)

Michael Benham e Duncan Tappy venceram na manhã deste sábado, a primeira etapa da Le Mans Cup, disputada no circuito de Paul Ricard, na França. A dupla pilotou o Norma M30 #25 da Lanan Racing. O time todo britânico começou em terceiro na grade e depois de duas horas de corrida, que teve a participação do carroo de segurança, períodos de bandeira amarela e penalidades para alguns de seus rivais, Tappy cruzou a linha para garantir os 25 pontos do campeonato à frente do Norma #9 da equipe Graff.

A corrida começou com o #3 da DKR Engineering Norma de Francois Kirmann liderando o pelotão de 31. O # 43 Keo Racing Ligier de Michael Markussen ficou com a segunda posição, após o contato com outro carro. O dinamarquês acabou rodando antes de receber uma cobrança de penalidade por queimar a largada

François Kirmann, no Norma #3, tinha uma vantagem sobre Adrian Chila no #39 da Graf, que ficou a frente do #25 de Michael Benham, e do #9 Graff, pilotado por Eric Trouillet. Trouillet que manteve o ritmo, superando o piloto britânico para conseguir a terceira posição.

A Ferrari #71 da Luzich Racing de Fabien Lavergne, começou bem na classe GT3, ficando na sexta posição ainda na primeira volta, ficando na  6 ª no geral até o final da primeira volta. Sergio Pianezzola também teve um bom começo no #8 da Kessel. O italiano começou a perseguir o piloto francês enquanto lutava com os LMP3. Na volta 10, a diferença era de 7 segundos.

Wayne Boyd, no número United Autosport #24 Ligier, estava ganhando posições superando Benham e Trouillet. Ele passou Adrien Chila para ficar em segundo lugar e ficou sete segundos atrás do DKR Engineering de Kirmann.  Na volta 18, o primeiro dos dois períodos de safety car, foi acionado quando o Ligier #4 Cool Racing, pilotado por John Schauerman, rodou na última seção de curvas, batendo na barreira de pneus. Foram 15 minutos atrás do SC.

Eric Trouillet fez sua parada mas permaneceu no carro. O Safety Car foi retirado após dez minutos e Wayne Boyd desafiou François Kirmann para a liderança da corrida, mas o piloto francês manteve a posição. Sergio Pianezzola também usou o reinício para desafiar Fabien Lavergne para a liderança na GT3, mas o Ligier #12 da Eurointernational de JM Littman,  acabou danificado após o contato com o #5 DKR Engineering Norma, trazendo o Safety Car para mais três minutos.

O Safety Car permitiu que a maioria dos carros entrasse nos boxes. Charlie Martin liderou a prova neste período.  Após o SC sair, faltavam 52 minutos para o fim. No entanto, 12 carros estavam sob investigação, incluindo o #71, por não terem parado na entrada dos boxes quando a luz estava vermelha.

Kessel Racing LMC

Kessel Racing vence na classe GT3. (Foto: Divulgação)

A Ferrari de Giacomo Piccini, liderava na GT3 com uma vantagem de pouco menos de um segundo para o #71, que acabou recebendo uma punição de dois minutos, assim como outros onze competidores.O #9 da Graff estava agora liderando a corrida graças à decisão estratégica anterior e Adrien Trouillet, sendo seguido por Nicolas Schatz e Duncan Tappy no #25 Lanan Racing à frente de Laurent Hörr no no3 DKR Engenharia Norma. Horr passou Tappy, mas ultrapassou o limites da pista, o que lhe rendeu uma punição, voltando na quinta posição.

Duncan Tappy também passou pelos dois carros Graff para ficar em segundo lugar, liderando até a bandeira quadriculada. Roberto Pampanini com o Mercedes SVG AMG GT3 perdeu uma roda traseira na curva T11.  Ambos os carros foram removidos e a corrida reiniciou faltando oito minutos para o fim. O drama ainda não havia terminado, já que a Ferrari #8 da Kessel Racing foi penalizada por não respeitar o tempo mínimo de parada no início da corrida. No entanto Piccini foi mais de uma volta à frente de seu rival mais próximo, Yannick Mettler no  Mercedes #54 da Automotive Performance Mercedes AMG, retornando com tempo de sobra.

Entre os primeiros, Tappy estava a caminho da vitória, mas a batalha pelos outros dois lugares no pódio estava longe de terminar. Laurent Horr tinha passado Colin Noble no #2 da Nielsen Racing, em seguida, ultrapassou Nicolas Schatz. No entanto, o alemão deu o cedeu a posição por ter realizado a ultrapassagem fora dos limites da pista. Na última volta, Hörr superou Schatz, ficando com o segundo lugar,  a seis segundos do protótipo da Lanan Racing Norma e apenas 0,6 segundo atrás do #9 da Graff.

A vitória na GT3 foi para Giacomo Piccini na Ferrari #8 da Kessel Racing na décima posição. Em segundo lugar a Mercedes #54. Completando o pódio a Ferrari #71 da Luzich Racing.

Resultado final Le Mans Cup Paul Ricard
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *