IMSA deixa protótipos Cadillac mais lentos para Daytona

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Nunca foi segredo que a IMSA tem uma predileção pelos protótipos “americanos”. Desde o surgimento do United Sportscar Championship em 2014, a união entre os finados e arcaicos Daytona Prototypes e os Le Mans Prototypes 2 foi conturbada. A vitória sempre foi mais fácil para o lado dos barcos americanos.

Visivelmente mais rápidos, seguros e principalmente atualizados, os LMP2 nunca tiveram um papel de destaque no certame. Desde então várias equipes acabaram desistindo ou migrando para o Mundial de Endurance e ELMS. Em 2017 o domínio nem foi mais velado. Mesmo com o BoP tentando ajudar uma nova geração de protótipos LMP2 e DPis, o modelo da GM foi imbatível. Projeto realmente vencedor ou vista grossa por parte da IMSA?

BoP para Daytona

Para 2018 as coisas podem parecer mais do mesmo. Com várias equipes europeias apostando na série, pilotos como Fernando Alonso dando as caras, a organização do campeonato decidiu como nos últimos anos, deixar os Cadillacs mais lentos.

O BoP publicado nesta quinta-feira, 18, mostra a “boa” vontade da entidade. Os protótipos terão um restritor de ar menor (0,6mm) passando para 31,6 mm x 2. Para ajudar na perda de potência, foi adicionado 1 litro na capacidade do tanque de combustível e + 0,5mm no restritor de combustível, aparato que controla a quantidade de gasolina que sai da mangueira.

Já o Nissan Onroak DP1 ganhou um aumento e potência em na faixa média e alta. O Mazda RT24-P, teve a pressão do turbo reduzida, operando na faixa dos 8600 RPM. Também retirado 15 quilos de peso. O protótipo será o mais leve da classe.

Na classe GTLM, o BMW M8 GTE vai receber um aumento na pressão de turbo, e terá uma redução de 10 quilos. Corvette e Ford GT tiveram alterações de ângulo em suas asas traseiras. Todos os carros da classe tiveram suas capacidades de combustível, com execeção da Ferrari 488 GTE que permaneceu com 87 litros.

Entre os modelos inscritos na classe GTD o Acura NSX GT3 ganhou 10kg, Mercedes-AMG GT3 perdeu 15kg. Audi R8 LMS e Lamborghini Huracan GT3 perdem 1,mm no tamanho do restritor. O BMW M6  GT3 recebeu aumento de potência.

 

Published
10 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *