IDEC Sport vence e quebra hegemonia da G-Drive no ELMS

IDEC quebrou sequencia de vitória da G-Drive. (Foto: Divulgação IDEC)

A vitória da etapa de Silverstone do ELMS na tarde deste sábado, 31, surpreendeu até a equipe IDEC Sport, que viu o primeiro lugar cair no colo, depois de uma parada do Aurus #26 da equipe G-Drive Racing a pouco mais de quatro minutos para o término da prova. 

Memo Rojas foi quem recebeu a bandeirada da vitória, depois de ver Jean-Eric Vergne entrar nos boxes para troca de pneus e reabastecimento. Rojas dividiu o Oreca #28 com Paul-Loup Chatin e Paul Lafargue. A diferença para o #26 foi de 9.995 segundos. 

Foi a  primeira vitória no ELMS da equipe francesa, com seus melhores resultados anteriores sendo dois segundos lugares nas duas primeiras corridas da temporada em Paul Ricard e Monza. O segundo lugar da G-Drive amplia sua vantagem no campeonato em cima do #39 da equipe Graff de Tristan Gommendy, Jonathan Hirschi e Alexandre Cougnaud, que terminou em terceiro.

Graff foi o primeiro dos líderes a fazer sua última parada, depois de Hirschi liderou a prova durante a entrada do carro de segurança, primeiro por um carro da classe LMP3 bater na curva Maggotts e na parte final da prova, quando LMP2 colidiram na curva Brooklands.

O piloto suíço entregou o carro Gommendy a 40 minutos da corrida para a bandeira, mas não tendo o mesmo desempenho de Hirschi, acabou sucumbindo. O quarto lugar por para o Oreca #21 da equipe DragonSpeed ​​Oreca, um dos destaques da prova.  James Allen liderou largando na pole, mas o piloto do DragonSpeed ​​acabou saindo da pista durante o período de chuva. O clima afetou os ponteiros, com Matthieu Vaxiviere assumindo a liderança no Oreca da equipe RLR MSport, mas seu companheiro de equipe,  John Farano, foi ultrapassado por Allen.

Eurointernational venceu na classe LMP3. (Foto: Divulgação)

O piloto australiano entregou a Henrik Hedman antes de Ben Hanley entrar para o stint final, com o piloto da Ginetta LMP1 liderando até que ele precisava fazer uma parada tardia com pouco mais de 15 minutos. Isso deu a liderança a Vergne, mas o bicampeão da ABB FIA de Fórmula E também precisaria parar.Hanley voltou ao quinto, mas ultrapassou Konstantin Tereschenko, da Panis-Barthez Competition – que estava pilotando o Ligier #24.

A sexta posição foi para a Algarve Pro Racing #25 de Andrea Pizzitola, John Falb e Olivier Pla, enquanto o novo Oreca da equipe Panis-Barthez terminou em sétimo nas mãos de Will Stevens, Julien Canal e Rene Binder.

Na classe LMP3 O #13 da  Inter Europol Competition, de Nigel Moore, diminuiu de mais de dois minutos para superar o Ligier #11 da Eurointernational pilotado por Jens Petersen na última hora da corrida. Petersen levou a bandeira primeiro, mas recebeu uma penalidade de 30 segundos por não ter entrado nos boxes por uma bandeira preta e laranja no início da corrida. 
A Inter Europol foi declarado vencedor, mas recebeu uma penalidade de 1m43s por não respeitar o tempo mínimo de condução. Assim, o #11 recebeu a vitória de volta e o no13 Ligier ficou em segundo.

Porsche venceu na classe GTE. (Foto: Divulgação)

Isso deu a Nigel Moore e Martin Hippe a vitória, enquanto Petersen e Jensen foram classificados em segundo à frente de Tommy Erdos, da United Autosports, Garett Grist e Wayne Boyd.

A Proton Competition conquistou a vitória na classe GTE depois que Thomas Preining ultrapassou Rahel Frey na última hora. Preining ampliou sua vantagem sobre a Ferrari  #83 da Kessel Racing. Preining compartilhou a vitória com Gianluca Giraudi e Ricardo Sanchez, que foram duas adições tardias à equipe do Porsche 911 RSR #88 para as corridas deste fim de semana no ELMS e no Campeonato Mundial de Resistência da FIA.

Uma batalha feroz pelo pódio final ficou entre o piloto de fábrica da Ferrari, Alessandro Pier Guidi, e a colega de equipe de Frey Kessel, Andrea Piccini, que acabou no pódio.

Classificação final 4 Horas de Silverstone

 

Published
3 semanas ago
Categories
ELMS
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *