G-Drive disputará o Asian Le Mans Series em parceria com a Algarve Pro Racing

G-Drive busca vitórias na Ásia. (Foto: Divulgação)

A Algarve Pro Racing dará suporte a equipe G-Drive Racing em sua estreia no Asian Le Mans Series. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 13, pela equipe portuguesa. O Aurus 01 equipado com um motor Gibson terá os pilotos Roman Rusinov, Leonard Hoogenboom e James French. 

A G-Drive conquistou títulos tanto no European Le Mans Series, 24 Horas de Le Mans e WEC. Rusinov aposta em mais vitórias na ásia. “É bom fazer algumas corridas durante os meses de inverno, porque você geralmente não tem muitas oportunidades. Essa é uma das principais razões pelas quais a proposta com a Algarve Pro Racing de entrar na Asian Le Mans Series”, disse.

“Estou feliz por termos conseguido montar esse programa tão rapidamente e estou ansioso para visitar países legais como Tailândia, Austrália e Malásia. Também tenho o prazer de fazer parte de outra série do Automobile Club de l’Ouest e acredito que teremos o melhor pacote para lutar por resultados, embora a prioridade seja ganhar uma boa experiência e permanecer atualizado para 2020”, argumenta. 

Para o Hoogenboom, a Asian Le Mans Series representa uma oportunidade de ganhar mais quilometragem com protótipos LMP2. O holandês conquistou vitórias e pódios pela Fórmula 4 e se destacou nas competições de resistência quando ganhou três corridas no Michelin Le Mans Cup em 2018.

Em 2019, ele participou no ELMS e venceu pela  Audi Sport Seyffarth na R8 LMS Cup. “Este foi meu primeiro ano de corrida em protótipos LMP2 e, após um teste bem-sucedido com a Algarve Pro Racing em Portimão, estou me sentindo muito bem ao iniciar a Asian Le Mans Series temporada 2019-20”, disse. 

“É uma boa série que visita circuitos legais e tenho certeza de que vou me adaptar rapidamente. A possibilidade de garantir uma entrada para as 24 horas de Le Mans faz da Asian Le Mans uma proposta muito atraente e meu objetivo é terminar na frente; temos uma boa equipe, bons pilotos e um pacote forte com o AURUS 01 Gibson, por isso devemos ser uma força desde o início”, analisa. 

Enquanto isso, French permanece na Algarve Pro Racing, tendo acabado de completar sua primeira turnê européia com a equipe de Albufeira. O jovem de 27 anos, de Wisconsin, alcançou grande sucesso nos EUA e se adaptou bem ao “modo europeu de corrida”. No entanto, a experiência europeia o inspirou a ampliar seus horizontes e, posteriormente, ele se inscreveu no G-Drive Racing pelo programa asiático da Algarve, que começa com as 4 horas de Xangai nos dias 22 e 24 de novembro.

“É uma grande oportunidade depois de uma temporada na ELMS , onde alcançamos sólidos acabamentos em todas as corridas”, afirmou French. “Estou mais do que empolgado por trabalhar com o Algarve Pro e, embora tenha muito o que aprender, terei boas chances de lutar por vitórias, aplicando todas as lições que aprendi do ELMS. Talvez sem surpresa, a grande motivação é a entrada nas 24 horas de Le Mans e, embora eu nunca subestime o desafio que enfrentamos, é ótimo ter um prêmio tão grande a perseguir”, concluí. 

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *