Equipes privadas da classe LMP1 com potência liberada para Spa-Francorchamps

Rebellion LMP1

(Foto: MPS-Agency)

O EoT divulgado nesta sexta-feira, 26, pela FIA, trouxe uma grande surpresa para as equipes privadas, da classe LMP1 do Mundial de Endurance, que estarão disputando as 6 Horas de Spa, na Bélgica.

Os protótipos terão energia de combustível ilimitada para a prova. A mudança vem depois da vitória dominante da equipe Toyota, em Sebring.

Rebellion Racing, ByKolles e DragonSpeed, tiveram o peso mínimo aumentando, passando de 818 kg para 824 kg. A Toyota lidera o campeonato com folga, depois de fazer dobradinha em seis, das sete corrida disputada até agora. A diferença para a Rebellion, segunda colocada na classe é de 53 pontos. Fernando Alonso, Kazuki Nakajima e Sebastien Buemi venceram a prova belga em 2018.

As equipes privadas estarão apresentando novidades para tentar vencer a prova, que também serve de evento preparatório para Le Mans. O Rebellion R13 vai competir com um kit de alto downforce.

A  ByKolles volta ao WEC agora com um motor Gibson, no lugar do antigo motor Nissan. Por conta da mudança o time perdeu a etapa de Sebring.

Boletim técnico LMP1

EoT classe LMP1

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *