Dyson Racing já olha para 2014

LB1_7002_0_thumb-25255B1-25255D

Um das principais equipes da American Le Mans Series não vive um bom ano de 2013. Na ultima etapa que aconteceu em Lime Rock a equipe Dyson Racing marcou seus primeiros pontos no campeonato e apenas um milagre tira o título da rival Muscle Milk com seu HPD. Pensando em reverter isso a equipe já para a próxima etapa em Mosport no Canadá planeja mudanças. Os reforços começam com Chris McMurry e Tony Burgess no #16 no lugar de Chris Dyson e Guy Smith. Johnny Mowlem deve participar da etapa de Virginia com os titulares Chris Dyson e Guy Smith.

Visando a temporada de 2014 quando os modelos LMP1 não serão mais elegíveis Dyson muda a estrutura da equipe como preparação para o ano vindouro “Nós sabemos que, desde o início da temporada que a fusão IMSA com a Grand Am iria marcar um um novo começo nas corridas de carros esportivos na América do Norte. Enquanto IMSA ainda não publicou a sua avaliação comparativa do regulamento técnico dos DP e P2, sabemos que, se quisermos ser bem sucedidos na próxima temporada, teremos que agir rápido. Não estamos mais na briga pelo campeonato deste ano e nossa equipe provavelmente se transformará em uma equipe P2 na próxima temporada. “

Ainda sobre 2014. “Queremos começar mais cedo, assim como as equipes de Fórmula 1 em 2014, com os seus novos pacotes. Vai ocupar boa parte do meu tempo. Coloquei Chris McMurry e Tony Burgess em nosso P1 para essas quatro corridas o que nos permite satisfazer plenamente as nossas obrigações com a Mazda e os nossos outros parceiros, ao mesmo tempo colocando em prática os recursos para obter um rápido início de nosso programa em 2014. Chris e Tony trabalham conosco para desenvolver um programa neste ano e eles estão ansiosos para trabalhar com a equipe no futuro. Foi uma decisão lógica para os interesses da equipe a longo prazo. ” Completa

Published
6 anos ago
Categories
2014ALMSMazdaUnited SportsCar Racing
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *