Dois pesos, duas medidas!!!

uno%20peso%20dos%20medidas

Começo a coluna de hoje com uma engraçada analogia. Até semana passada toda a F1 estava eufórica com o retorno de Schumacher pois ele seria o salvador da pátria em um ano que a monotonia tomou conta da F1. Claro que seria ótimo assistir ele correr, pois é um grande campeão uma estrela e o que mais ganhou títulos. Todos os pilotos principalmente os mais novos estavam ansiosos para disputar uma curva com Schumi e é claro ganhar dele.
Por outro lado estava Schumi, também com uma vontade doida de voltar para ajudar o amigo Felipe e ganhar mais alguns euros, porem o que ninguém esperava foi sua desistência na última hora alegando dores no pescoço por causa de uma barbeiragem de moto a algum tempo.
Será que foi só isso? Acredito que não em bom português… Schumacher teve medo de encarar uma F1 que não girava mais em torno dele com um carro não tão competitivo e agora com competidores que não teriam medo de dividir uma curva com ele e principalmente superá-lo. Schumacher não é burro e sabia que qualquer pisada na grama iria estragar tudo o que ele conquistou na F1.
No outro lado da moeda ou da balança está nosso Rubinho sempre criticado pela sua morosidade, falta de garra e é claro pelo azar habitual e foi o primeiro a levantar esse possível “medo”do alemão.
E depois de quase um mês a F1 volta a ativa, depois das férias do descanso alguma coisa de diferente tinha que acontecer depois da desistência do super Schumi. As mudanças começaram nos treinos livres com Rubinho e Alonso com os melhores tempos na sexta e Hamilton conquistando a pole no sábado. Quem esperava Button ou os pilotos da RBR teve que se contentar com a dupla da McLaren nas primeiras posições. Rubinho em terceiro. Apostei na coluna anterior que seria uma sorte ele ganhar alguma coisa e cuidando ainda com Button na sua cola, mais não foi bem assim que aconteceu.
Rubinho foi maduro e combativo todo o tempo soube poupar o carro nos momentos certos, soube principalmente tirar proveito das paradas de boxes ganhando ali as posições e abrindo a vantagem para não perder mais. Claro que o Pit Stop desastroso feito por Hamilton ajudou, o que não tira o mérito do piloto brasileiro. Uma corrida impecável.
E Button? Que corrida foi aquela? Errando, saindo da pista pior que ele mesmo foi Badoer que decepcionou e conseguiu ser pior que o Grosjean que esteve no lugar de Nelsinho e acredito que não precise de dois anos para se adaptar a um F1.
RBR fez uma corrida mediana apagada tendo só Webber completado e mesmo assim em nono lugar. A Ferrari teve um bom resultado com esse terceiro lugar de Raikkoen dando sinais de uma melhora. Nessas horas Massa faz falta no desenvolvimento e em ritmo de corrida. Alonso que se esperava mais ficou em sexto também não fez algo expressivo.
Achei engraçado foi o tema da vitória um tanto quanto baixo. As mudanças que a Globo fez no meu ponto de vista não foram legais, claro que estamos acostumados com o tema alto nas vitórias de Senna até ano passado com as conquistas de Massa mais sei lá fico estranho mais que é bom de ouvir isso é. O SporTV também transmitiu a entrevista até o final respeitando o assinante e quem é fã de F1.
Próxima etapa é Em SPA, umas das últimas pistas de verdade que se pode levar o carro a altas velocidades e o mais importante, já é semana que vem.
Abaixo a classificação da corrida.
N.
Piloto
Equipe
Tempo
1 R. Barrichello (BRA) Brawn 57 voltas em 1h35m51s289
2 L. Hamilton (ING) McLaren a 2s358
3 K. Raikkonen (FIN) Ferrari a 15s994
4 H. Kovalainen (FIN) McLaren a 20s032
5 N. Rosberg (ALE) Williams a 20s870
6 F. Alonso (ESP) Renault a 27s744
7 J. Button (ING) Brawn a 34s913
8 R. Kubica (POL) BMW Sauber a 36s667
9 M. Webber (AUS) RBR a 44s910
10 A. Sutil (ALE) Force India a 47s935
11 N. Heidfeld (ALE) BMW Sauber a 48s822
12 G. Fisichella (ITA) Force India a 1m03s614
13 J. Trulli (ITA) Toyota a 1m04s527
14 T. Glock (ALE) Toyota a 1m26s519
15 R. Grosjean (FRA) Renault a 1m31s774
16 J. Alguersuari (ESP) STR a 1 volta
17 L. Badoer (ITA) Ferrari a 1 volta
18 K. Nakajima (JAP) Williams a 3 voltas
19 S. Buemi (SUI) STR a 16 voltas/freio
20 S. Vettel (ALE) RBR a 34 voltas/motor

LMS – 1000 KM Nurburgring
Lms_logo_250

aston-martin-3

A Aston Martin dominou literalmente e etapa alemã da LMS. O Carro 007 de Charouz, Thomas Enge e Mucke terminou em primeiro lugar, seguido por outro Aston Martin o 009 de Primat e Turner. Em terceiro outro AM o 008 que largou em décimo e conquistou um lugar ao pódium. Em quarto um bom resultado para a kolles e seu ótimo R10, pena que os pilotos não seguem e não conseguem desenvolver esse carro. Com esse resultado e tendo apenas uma corrida para o termino do campeonato a Pescarolo que até então era líder pode dar adeus ao titulo depois de um problema na caixa de marchas.
Quifel_ASM_Ginetta_ZytekSegunda vitória consecutiva da Queifel-Asm 
Na LMP2 a segunda vitória consecutiva da Quifel-Asm Team com um Ginetta-Zytek pilotado por Oliver Pla e Miguel Amaral. Em segundo lugar o Lola B08/80 coupé –Judd pilotado por Francioni, Ceccato e Piccini. À 4 voltas do líder da P2 chega em terceiro o Pescarolo-Mazda da Oak Racing comandado por Lahaye e Ajlani.
470-larbre-bcn-mtc Com 2 carros na GT1 a vitória fico com o Saleen
Tendo dois carros inscritos na GT1 a vitória ficou fácil para o Saleen da Larbre Competition que chegou 30 voltas a frente do Corvette da Luc alphand Aventures. Na GT2 o Porsche da Felbermayr chegou em primeiro. Com uma volta a menos o Spyker c8 da Snoras Spyker Squadron e completando o podium a Ferrari da equipe FBR com uma volta do líder da sua categoria.
470-77felbermayr-bcn-mtc Porsche da Felbermayr dominou na GT2
A próxima etapa será nos dias 11 a 13 de Setembro em Silverstone e teremos a presença de Nigel Mansel campeão de F1 correndo ao lado do filho. Até lá

Resultado final

ok   ok2

Published
9 anos ago
Categories
Sem categoria
Comments
2 Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

2 comments on “Dois pesos, duas medidas!!!

  1. Sobre a F1. Realmente ontem o Rubinho andou muito. Olha, foi coisa espetácular.
    Na contra-mão… pobre do Badoer. Coitado praticamente 10 anos sem disputar uma corrida, teve que encarar uma pista que não conhecia (estreiou ano passado na F1) e em um carro que não testou. Fica complicado mesmo. Mas mesmo assim, não sei se justifica todo o papelão que fez. Largar em último com a ferrari, tomar 1,5seg do alguaseri na classificação, rodar, ser ultrapassado nos pits pelos grosjean, e ainda passar al inha branca na saída… nossa, foi algo fenomenal!
    Enfim, que venha Spa.. sempre traz grandes corridas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *