Decisão do recurso da equipe G-Drive sobre punição em Le Mans é adiado

Equipe espera recuperar vitória em Le Mans na justiça. (Foto: G-Drive Racing)

O recurso movido pela equipe Russa G-Drive Racing sobre a desclassificação após a vitória na classe LMP2 nas 24 Horas de Le Mans, não será conhecido nos próximos dias. A perda da primeira posição, se deu após inspeção técnica. Foi encontrado um componente adicional no sistema de reabastecimento.

De acordo com a imprensa francesa, os juízes do tribunal de recursos da FIA, pediram vistas para analisar melhor o caso e chegar a um veredito. Os pilotos Roman Rusinov, Jean-Eric Vergne e Andrea Pizzitola, que venceram com o Oreca #27, terão que esperar um pouco mais.

Com a desclassificação a vitória na classe ficou com o Alpine #36 dos pilotos Nicolas Lapierre, Pierre Thiriet e André Negrão. Por enquanto a confirmação de vitória está em “modo de espera”.

Para o chefe da equipe Signatech, Philippe Sinault, a espera acaba deixando todos apreensivos. “É realmente uma pena. Isso já dura há algum tempo; é prejudicial para o que fizemos e para a imagem das 24 Horas de Le Mans. Estou surpreso, e um pouco desapontado. Com certeza eu já estava decepcionado antes da decisão de hoje. Achei que o dia 18 de setembro já estava longe do fim de semana da corrida [16/17 de junho]. Está arruinando a festa.”

“Deve ser bastante simples decidir este caso. Nunca é bom deixar as coisas tão instáveis ​​assim. Mas como sempre dissemos, não vamos contra o trabalho feito FIA. Nós confiamos neles,” enfatizou.

 

 

Published
10 meses ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *