Decisão do recurso da equipe G-Drive sobre punição em Le Mans é adiado

Equipe espera recuperar vitória em Le Mans na justiça. (Foto: G-Drive Racing)

O recurso movido pela equipe Russa G-Drive Racing sobre a desclassificação após a vitória na classe LMP2 nas 24 Horas de Le Mans, não será conhecido nos próximos dias. A perda da primeira posição, se deu após inspeção técnica. Foi encontrado um componente adicional no sistema de reabastecimento.

De acordo com a imprensa francesa, os juízes do tribunal de recursos da FIA, pediram vistas para analisar melhor o caso e chegar a um veredito. Os pilotos Roman Rusinov, Jean-Eric Vergne e Andrea Pizzitola, que venceram com o Oreca #27, terão que esperar um pouco mais.

Com a desclassificação a vitória na classe ficou com o Alpine #36 dos pilotos Nicolas Lapierre, Pierre Thiriet e André Negrão. Por enquanto a confirmação de vitória está em “modo de espera”.

Para o chefe da equipe Signatech, Philippe Sinault, a espera acaba deixando todos apreensivos. “É realmente uma pena. Isso já dura há algum tempo; é prejudicial para o que fizemos e para a imagem das 24 Horas de Le Mans. Estou surpreso, e um pouco desapontado. Com certeza eu já estava decepcionado antes da decisão de hoje. Achei que o dia 18 de setembro já estava longe do fim de semana da corrida [16/17 de junho]. Está arruinando a festa.”

“Deve ser bastante simples decidir este caso. Nunca é bom deixar as coisas tão instáveis ​​assim. Mas como sempre dissemos, não vamos contra o trabalho feito FIA. Nós confiamos neles,” enfatizou.

 

 

Published
4 semanas ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *