De forma Oficial Porsche revela o 919 Hybrid, bem como programa GT em parceria com a equipe Manthey

img_5897_thumb-25255B1-25255D

O Salão de Genebra, tradicional espaço aonde são lançados as novas tendências do mercado automobilístico, foi o palco escolhido pela Porsche para lançar oficialmente o seu programa de endurance para 2014.

A cereja do bolo se dúvida foi a apresentação do novo protótipo da marca, o 919 LMP1. O LMP é movido por um motor V4 turbo, de 2 litros alimentado por gasolina. Segundo o fabricante o motor gera uma potência em torno de 500 hp a 9000 RPM.

Em paralelo dois motores híbridos que devem gerar aproximadamente 8 megajoules por volta. O primeiro aproveita a energia térmica oriunda dos gases que saem do sistema de escapamento. Já o segundo aproveita a energia dos freios como o KERS da Fórmula 1, e que também é utilizado no Porsche 918 Spyder.

Sua missão é uma das mais inóspitas do automobilismo, “tentar” vencer a Audi, que a mais de uma década reina absoluta em Le Mans, e nos campeonatos organizados pela ACO, seja o mundial de endurance, o finado ILMC e os “regionais”, como o extinto ALMS e o ELMS, quando este aceitava modelos LMP1.

Os pilotos do programa LMP serão Mark Webber e Brendon Hartley, que serão os companheiros de Timo Bernhard no carro #20, enquanto no carro #14 Neel Jani, Marc Lieb e Romain Dumas.

Para o presidente ada Porsche AG Matthias Muller, as novas regras estipuladas pela ACO, foram o fator decisivo para a marca volta a Sarthe. “O fator Crucial para o desenvolvimento do protótipo, foram as regras revolucionárias para esta classe bom base na eficiência energética Em 2014, não vai ser o carro mais rápido que vencerá a disputa, será em vez disso, será o carro que irá mais longe com uma quantidade definida de energia. E é justamente este desafio que as montadoras devem superar. O 919 Hybrid é o nosso laboratório de pesquisa mais rápida e o carro de corrida mais complexo que a Porsche já construiu. ” Conclui.

O carro levou cerca de dois anos para ser construído, e empregou uma mão de obra de mais de 200 profissionais. As primeiras voltas foram dadas ainda em Julho do ano passado. Para Friedrich Enzinger, chefe do programa LMP, o tempo foi um dos maiores adversários. ” Dentro de dois anos e meio, construímos a infraestrutura, e nossa equipe montou este carro de corrida altamente complexo. Nós temos o maior respeito pela liderança de nossos concorrentes que têm em experiência em corrida. Para o primeiro ano o objetivo, é claro terminar as corridas e ser competitivo. ” Frisa.

Porsche 911 RSR

2014-Porsche-Motorsport-Porsche-911-RSR-Angle_thumb-25255B1-25255D

Em paralelo ao programa LMP1, a montadora também revelou o programa GT que tem o mítico 911 RSR. O carro que é onipresente em praticamente todos os campeonatos de GT do mundo, está de forma oficial no WEC e em Le Mans desde o ano passado em parceria com o Team Manthey, estrutura que foi comprada pela Porsche este ano.

O modelo venceu as 24 horas de Le Mans em 2013, surpreendendo a própria fábrica. A versão 2014 já começou vencendo as 24 horas de Daytona, nos EUA pelas mãos da Porsche North América. O carro desenvolve 470 cv de potência e vai competir na classe GTE-PRO.

Os pilotos para serão Jorg Bergmeister, Marco Holzer, Frédéric Makowiecki e Patrick Pilet, estarão competindo no mundial de edurance. Para Le Mans, Richard Lietz e Nick Tandy, se juntam ao grupo. O piloto/ator Patrick Dempsey será o embaixador da marca para as equipes de cliente, e também vai participar das 24 horas de Le Mans, pela terceira vez com a Dempsey Racing.

Hartmut Kristen, chefe do programa GT e cliente da Porsche, enaltece que 2014, terá um dos maiores programas de GT da história da marca. Porsche está dando início de 2014, com o mais amplo programa de automobilismo na história da empresa. “Temos um total de 20 pilotos de fábrica agora, junto com as equipes de fábrica do WEC (LMP1), existem mais duas fábricas que estão usando o 911, seja na Europa ou pela Porsche Cars North América, que vai disputar a nova série Tudor United Championship Sports Car”. Kristen acrescentou, “Será a primeira vez que vamos utilizar o RSR em equipes privadas.”.

Published
5 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *