David Brabham confirmado em Silverstone pela ESM

11046913_842042079200826_2876536862505404638_o

A Extreme Speed Motorsports confirmou nesta Quarta-feira (08) a contratação de David Brabham no lugar de Johannes van Oberbeek na primeira etapa do Mundial de Endurance em Silverstone.

Brabham vai pilotar o HPD #31 ao lado de Ed Brown e Jon Fogarty. O carro não é estranho para o australiano, já que competiu com um HPD em 2012 no WEC pela equipe JRM, terminando em sétimo na classe LMP1.

“Foi uma grande surpresa ser chamado assim tão perto da prova”, disse Brabham. “Scott explicou a situação, e eu sinto por Johannes depois de ter minha própria lesão na costela e ficar parado por vários meses. Eu sei o quanto doi. Estou honrado de ter sido chamado para ajudar Tequila Patrón ESM aqui em Silverstone, o que não é muito longe de onde eu moro. Eu vou fazer o melhor que posso neste fim de semana. Vamos começar a temporada com o pé direito. “

Brabham é um rosto familiar na garagem ESM. Em 2014, Brabham co-dirigiu com Scott Sharp e Ryan Dalziel nas 24 Horas de Daytona e nas 12 Horas de Sebring. Então, em novembro de 2014, Brabham se uniu com Johannes van Overbeek e Brown, no #31 terminando em quarto lugar nas 6 Horas de Xangai. Em 2013, Brabham co-dirigiu na então #1 na extinta ALMS Sebring e Petit Le Mans.

Brabham já competiu pelo WEC em 2012 pela JRM com um HPD LMP1

Brabham já competiu pelo WEC em 2012 pela JRM com um HPD LMP1

“É muito lamentável que Johannes sofreu uma lesão na costela e é incapaz de competir em Silverstone, mas esperamos que ele volte e totalmente recuperado para Spa”, disse o dono da equipe Scott Sharp. “Felizmente, David estava livre. Ele se juntou a nós em uma série de corridas ao longo do últimos anose tem feito um trabalho perfeito. Nós estamos contentes de ter David de volta com a equipe, mas queremos também Johannes com uma rápida recuperação.”

Brabham ganhou inúmeros títulos de campeonatos, incluindo a Fórmula 2 Australian Gold Star (1987), britânico de Fórmula Três Champion (1989), co-campeão no All-Japan Grand Touring Car GT500 (1996) e duas vezes na American Le Mans Series ALMS (2009-2010). Ele também ganhou o Grande Prémio de Macau (1989), Bathurst 1000 (1997) e três 24 Horas de Le Mans.

Published
5 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *