Core Autosport encerra programa Nissan DPi na IMSA

Nissan DPi nunca foi um protótipo vencedor. (Foto: Divulgação equipe)

A equipe Core Autosport anunciou nesta sexta-feira, 23, que não irá competir na classe DPi em 2020, encerrando sua parceria com a Nissan. O proprietário da equipe, Jon Bennett, também anunciou sua aposentadoria. 

Em nota, ele escreveu: “Petit Le Mans será minha última corrida em um DPi. Na verdade, não tenho planos de corrida de qualquer espécie no futuro próximo. Mas, para aqueles que conhecem o poder de serem apaixonados, deixarei porta entreaberta”.

“A pergunta óbvia é por quê? O tempo simplesmente veio para mim. Eu vivi o sonho de tantos apaixonados pelo automobilismo e é hora de refletir e desfrutar de corridas, mais uma vez, de fora do carro de corrida.”

Jon Bennett participa das provas de endurance desde a American Le Mans Series, na classe LMPC, passando para a  LMP2 em 2018 com um Oreca 07, ao lado de Colin Braun. Eles venceram as etapas de Mosport e Road America, conquistando o vice-campeonato, perdendo para Felipe Nasr e Eric Curran. 

A Core assumiu a parceira com a Nissan, após a Extreme Speed Motorsports, anunciar o encerramento das suas atividades no final de 2018. O Nissan DPi sofre com pouco desempenho frente aos modelos Acura e Mazda, que tem dominando as últimas etapas na IMSA. 

Mesmo com o fim do programa com a Nissan, a equipe mantém a parceria com a Porsche na classe GTLM, onde presta apoio técnico. 

 

Published
12 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *