Campeões britânicos de GT vão a Portugal para a final do ELMS

Dupla corre com Aston Martin. (Foto: ELMS)

Dupla corre com Aston Martin. (Foto: ELMS)

As 4 Horas do Estoril, prova final da temporada 2015 do European Le Mans Series (ELMS), levam a Portugal uma lista de inscritos bem recheada com 30 carros. A Aston Martin Racing, inscreveu um carro para Andrew Howard e Jonny Adam, recentemente coroados campeões britânicos de GT. O Vantage V8 de Andrew Howard junta-se aos outros oito inscritos na classe LMGTE, estando o britânico estudando a possibilidade de competir integralmente no ELMS em 2016.

A última vez que Howard competiu no ELMS foi em 2010, então como responsável pelo LMP1 da Mansell Motorsport, onde o ex-campeão do mundo de F1, Nigel Mansell, fez equipe com os filhos, Leo e Greg. Nesse ano, a equipe ganhou a classe LMP1 na prova de Hungaroring. Na sequência,  voltou a sentar-se ao volante nas provas dos GT Britânicos, tendo ganho o título em 2013, feito que repetiu nesta temporada na companhia de Jonny Adam, piloto oficial da Aston Martin e que tem participado em provas do Mundial de Resistência (WEC) com os carros do construtor britânico.

Andrew Howard recorda que, “em 2010, competimos como equipe e em 2012 marquei presença na prova do Mundial de Resistência, em Silverstone. A minha intenção sempre foi fazer Le Mans como piloto e é algo que nunca escondo. Tendo ganho uma vez mais o título britânico de GT, é tempo de voltar a pensar nas 24 Horas de Le Mans. Para tal, nada melhor que participar do ELMS ou do WEC. Nesta altura, penso que para nós a melhor opção é o ELMS. Espero estar no campeonato em 2016. Para tal, pensamos que era importante fazer primeiro um teste. Por isso estamos aqui.”

“Já testamos o Aston Martin no Estoril e tudo correu bem. Só tive que me adaptar ao fato desta versão não ter ABS. Como tal tudo fica mais sensível ao nível da frenagem. Rapidamente, percebi o quanto é mais fácil de guiar os carros GT3. Não estou à espera de um resultado espectacular este fim-de-semana. Vou precisar de algum tempo para me habituar de novo a um GTE, mas tenho uma enorme expectativa de correr em Portugal. Vou fazer equipe com o Jonny Adam e o Alex MacDowall, dois pilotos com muita experiência dos GTE”.

Por sua vez, Jonny Adam sublinhou que “para o Andrew (Howard) competir no ELMS tem sido sempre um objetivo desde que se ocupou do programa da família Mansell em 2010. Também sempre quis regressar ao campeonato enquanto piloto. Já tinha pensado nisso no início deste ano com um carro de GT3, mas optamos por concentrar esforços no Campeonato Britânico de GT. Quando comprou o Aston Martin GTE no início do ano, a ideia era fazer o Festival e, se o orçamento permitisse, alinhar na última prova do ELMS, no Estoril. Testamos aqui na semana passada, o que foi importante para nos adaptarmos ao carro”.

“O Aston Martin LMGTE é excelente na pista do Estoril, como o Stuart Hall demonstrou no ano passado, colocando o Vantage V8 na pole-position. O carro desgasta pouco os pneus e isso é importante no Estoril, que tem um asfalto abrasivo. Devemos ser competitivos, até porque o BoP não nos prejudica. Agora, sabemos que não será nada fácil bater as Ferrari. Foi importante termos feito o teste, por forma a que o Andrew tivesse tempo ao volante e nos habituássemos, todos, aos pneus Dunlop que usamos pela primeira vez. Tudo isso, fez com que estejamos melhor preparados para a prova portuguesa. Estamos muito entusiasmados. Tem sido um ano fantástico e esta presença é só para percebemos onde nos situamos com vista à temporada 2016”.

As 4 Horas do Estoril vão decidir os títulos na classe LMGTE, bem como nos LMP2 e nos GTC. Seis equipes ainda podem chegar ao título de 2015 nos LMGTE, ainda que a Formula Racing que compete com a Ferrari #60, de Mikkel Mac, Johnny Laursen e Andrea Rizzoli tenha uma vantagem de 19 pontos (quando há 26 pontos em jogo) sobre o pelotão, encabeçado pelo Team BMW MarcVDS BMW Z4 #52 de Henry Hassid, Jesse Krohn e do ex-campeão do mundo do WTCC, Andy Priaulx.

Published
4 anos ago
Categories
ELMS
Tags
,
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *