Bom desempenho da BMW em Road America contrasta com falta de combustível

Bom rendimento do M8 sucumbiu pela ausência de combustível. (Foto: BMW)

A primeira vitória do BMW M8 GTE foi por terra durante a etapa de Road America da IMSA, disputada no último domingo. O carro que estreou nas 24 Horas de Daytona faz parte do projeto da montadora que também, alinha dois carros no Mundial de Endurance.

Partindo da sétima colocação o #25 dos pilotos Connor De Phillippi  e Alexander Sims, escalou o pelotão assumindo o primeiro lugar na classe GTLM na volta 42, faltando uma hora para o término da prova. A vantagem para o Ford #67 dos pilotos Richard Westbrook e Ryan Briscoe era confortável.

As chances da primeira vitória terminaram durante a última parada para reabastecimento. A bomba de combustível apresentou defeito, informando erroneamente a quantidade despejada no tanque do M8 #25. Faltando uma volta para o término da prova, e se dirigindo para os boxes na iminência de splash and go o carro sequer chegou aos boxes. Terminou na sexta colocação. O M8 #24 de John Edwards e Jesse Krohn abandonou a prova, com problemas mecânicos, ficando com o oitavo lugar.

Para o diretor da equipe BMW Team RLL, Bobby Rahal, mesmo com o erro no reabastecimento, o carro se mostrou competitivo. “O carro #25 apresentou problemas no tanque de combustível. Parecia que havia o suficiente durante o último pit stop, mas simplesmente não havia. É difícil estar tão perto da vitória, mas saímos sabendo que somos competitivos.”

Published
1 semana ago
Comments
Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.