Audi vence as 6 horas de SPA-Francorchamps

Audi #8 foi um dos "sobreviventes" da prova. (Foto: FIAWEC)

Audi #8 foi um dos “sobreviventes” da prova. (Foto: FIAWEC)

Até o mais otimista dos apostadores deve ter se surpreendido com o resultado das 6 horas de SPA, segunda etapa do Mundial de Endurance em 2016. A vitória do Audi #8 dos pilotos Lucas di Grassi, Loic Dual e Oliver Jarvis pode ser considerada inusitada.

Praticamente todos os carros dos times oficiais da classe LMP1 enfrentaram problemas durante a prova. A favorita Porsche que começou liderando a prova com o #1 de Timo Bernhard, Mark Webber e Brendon Hartley teve que fazer duas paradas extras com uma diferença e pouco mais de 6 voltas por conta de furos no pneu dianteiro esquerdo.

Classificação final da prova.

Já o Porsche #2 também enfrentou problemas e não foi um adversário forte durante toda a prova. Com 15 minutos de prova o sistema híbrido apresentou falhas, e a falta de rendimento era evidente.

Alpine vence na classe LMP2. (Foto: FIAWEC)

Alpine vence na classe LMP2. (Foto: FIAWEC)

O Audi #8 assumiu a liderança faltando duas horas para o termino da prova, após o Toyota #5 pilotado por Kazuki Nakajima sofrer uma falha no motor, tendo que ser recolhido para a garagem. Foi a primeira vez que o fabricante Japonês teve um carro a altura para enfrentar Audi e Porsche.

Para o Audi #7 a prova também não foi uma das melhores, o LMP teve que passar por várias manutenções durante a corrida. Assoalho quebrado, problemas de temperatura além de vários toques. O LMP1 que “sobreviveu” acabou vencendo a prova, o Audi #8.

Mesmo assim Olivier Jarvis, último piloto a comandar o #8 teve que fazer uma parada emergencial para trocar a carenagem traseira. Como a distancia para o Porsche #2 era grande, voltou na liderança.

Esta foi a primeira vitória de Lucas di Grassi e Olivier Jarvis no WEC ao lado do campeão de 2013 Loic Duval. Em terceiro o Rebellion #13 de Matheo Tuscher, Dominik Kraihamer e Alexandre Imperatori.

Ferrari manteve domínio na classe GTE-PRO. (Foto: FIAWEC)

Ferrari manteve domínio na classe GTE-PRO. (Foto: FIAWEC)

Na classe LMP2 a vitória ficou com a equipe Alpine com o A460 #36. Nicolas Lapierre que completou a prova surpreendeu o brasileiro Pipo Derani que até então liderava. Faltando pouco mais de 10 minutos para o término ultrapassou o brasileiro que não tinha mais pneus.

Lapierre que dividiu o carro com Gustavo Menezes e Stéphane Richelmi levou a primeira vitória na temporada. O brasileiro que dividiu o Ligier #31 com Ryan Dalziel e Christopher Cumming quase é superado pelo #45 da equipe Manor, que também nas voltas finais ultrapassou Filipe Albuquerque no Ligier #43 da equipe RGR Sport.

A AF Corse comemorou a segunda vitória na temporada na classe GTE-PRO. A Ferrari #71 de Davide Rigon e Sam Bird não teve muitos problemas para vencer, mesmo tendo recebido pressão por parte do companheiro da Ferrari #51  Gianmaria Bruni, que teve que abandonar a prova faltando 2 voltas para o fim.

Aston Martin vence na classe GTE-AM. (Foto: AMR Racing)

Aston Martin vence na classe GTE-AM. (Foto: AMR Racing)

A classe também teve seus acidentes. O primeiro foi com o Aston Martin #95 pilotado por Nicki Thiim que capotou depois de se envolver em um toque com Simon Dolan com o Gibson da equipe G-Drive.

O segundo e mais sério foi com o Ford #66 pilotado por Stefan Mucke que perdeu o controle da curva Eau Rouge. O piloto foi levado de ambulância para o hospital, tendo apenas um luxação na perna. Em segundo na classe, o Ford #67 de Marino Franchitti, Andy Priaulx e Harry Tincknell. Em terceiro o Aston Martin #97 de Richie Stanaway, Fernando Rees e Jonathan Adam.

O acidente mais grave da prova aconteceu com  Stefan Mucke, após bater na temida Eau Rouge. (Foto: Internet)

O acidente mais grave da prova aconteceu com Stefan Mucke, após bater na temida Eau Rouge. (Foto: Internet)

Na classe GTE-AM, o Aston Martin #98 teve uma bela disputa com a Ferrari #83 da AF Cors. Pedro Lamy que encerrou a corrida teve como companheiro Paul Dalla Lana e Mathias Lauda. Lamy que largou da pole, ultrapassado por Rui Águas (#83) no início. Uma colisão na curva Les Combes entre Aguas e um dos Ford GT, colocou o Aston Martin novamente na liderança. A disputa entre os dois favoreceu mais uma vez a Ferrari, porém faltando 33 minutos para o fim da prova, Lamy voltou a liderança. Em terceiro na classe o Corvette da equipe Larbre Competition.

 

Published
5 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *