Aston Martin admite que será difícil vencer Le Mans

2014-24-Heures-du-Mans-ACO-jr5-2566_hd_thumb-25255B1-25255D

 Campeã do WEC em 2013, a Aston Martin tinha tudo para ser uma das favoritas a luta pelo mundial deste ano além é claro de Le Mans. Porém o BoP e o domino da Porsche e Ferrari estão complicando a vida do construtor Inglês. Com uma redução de 5 litros na capacidade do tanque de combustível que fica em 95 litros as chances de vitória n grande clássicas são pequenas.

O último ajuste antes da prova foi feito semana passada na pista de testes da Michelin com todos os fabricantes envolvidos nas classe GT. “Isso é fundamental para vencer a prova”, disse John Gaw, chefe de equipe da Aston Martin. “Sem os cinco litros por estaríamos fazendo 13 voltas e com os 5 litros seriamos capazes de fazer 14”. Comenta.

Para a coordenação da prova todos os carros devem se capazes de fazer a mesma média de consumo e assim parar sem um levar vantagem sobre os demais. Além da Aston Martin, a Ferrari também recebeu um novo kit aerodinâmico que vai produzir mais arrasto aerodinâmico, porém alguma equipes da classe GTE-AM, optaram por não utilizar o kit. Já a Corvette teve uma redução de peso em relação a versão C6R do ano passado, perdeu 10 kilos, e teve o restritor de ar aumentado para 1,3mm. Mas nem tudo são flores já que também perdeu 5 litros de capacidade de combustível.

Estranhamente o Porsche 911 não sofreu alterações.

Published
5 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *