Asian LMS começa com 13 carros em Fuji

Como nas últimas duas temporadas, poucos carros. (Foto: Divulgação Asian LMS)

Como nas últimas duas temporadas, poucos carros. (Foto: Divulgação Asian LMS)

A terceira temporada do Asian Le Mans series acontece entre os dias 10 e 11 de Outubro em conjunto com o WEC no circuito de Fuji. O evento utiliza os mesmos moldes que a etapa de Austin do TUSC e a de Silverstone do ELMS.

Tendo como principal novidade em relação aos dois últimos anos, o calendário começa em 2015 e termina em 2016 com um total de 4 provas. A ACO como fez com o ELMS também assumiu a promoção do campeonato com as esperanças de ter seus grids mais cheios.

Lista provisória para as 2 horas de Fuji.

Para a primeira etapa em Fuji, um total de 13 carros são esperados. Na principal classe a LMP2, apenas dois Oreca 03 estarão alinhados. O #99 pela Eurasia Motorsports e o #8 pela Race Performance.

Na estreante classe LMP3, três carros são esperados. Dois ADESS 03 pela equipe Team AAI e um Ligier JSP3 pela DC Racing. Pela DC, David Cheng e Ho-Pin Tung serão os pilotos.

A classe GT é a que reúne o maior plantel. Serão 7 carros, todos GT3. Modelos como Ferrari 458v GT3, Audi R8 LMS, McLaren 650S GT3 e BMW Z4 estarão no grid. Nomes como o do português Rui Aguas que vai estar na Ferrari #38 da Spirit of Racing, Rob Bell com a Mclaren #3 da Clearwat Racing, são alguns nomes conhecidos dos fãs de Endurance.

A KCMG que compete atualmente no WEC vai alinhar o único carro da classe GT-AM, o Porsche GT3 Cup  #51 para Paul Ip. Se o campeonato vai vingar somente o tempo vai dizer.  

Calendário 2015/2016

  • Fuji (Japão) 10/11 Outubro 2015 – 2H (Em parceria com o WEC)
  • Sepang (Malásia) – 7/8 Novembro 2015 – 3H
  • Buriram (Tailândia) – 8/10 Janeiro 2016 – 3H
  • Sepang (Malásia) – 23/24 Janeiro 2016 – 3H
Published
5 anos ago
Tags
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *