Algarve Pro Racing pensa no USCR

elmsalgarve_thumb-25255B1-25255D

Os custos, o planejamento para disputar um campeonato de endurance muitas vezes ultrapassam milhões, e historicamente equipes amadoras é que são o pilar da categoria. Este ano tivemos o surgimento da Algarve Pro Racing que participou de algumas etapas da ELMS na classe LMPC com um Oreca FLM 09 usado.

A equipe dirigida por Stewart Cox ex mecânico da Jordan os planos da equipe são ambiciosos. Além de disputar a série europeia um ataque a USCR não está descartado, principalmente pelos atrativos que o campeonato apresenta se comparada a série europeia. Competitividade.

“Daytona e Sebring são as mais famosas pistas para carros esportivos do mundo”, disse Cox.”Mas também, a forma de como o campeonato norte-americano é, é incrível e é exatamente do jeito que deveria ser. É entretenimento para os fãs, é um ótimo ambiente para trabalhar, É muito divertido. América é o lugar para se estar. ” Completa.

A vem fazendo uma extensa bateria de teste para dar ritmo ao carro e aos pilotos Cornelius Jones e Nicky Catsburg.

Para Cox que esteve em Road América para sentir o “clima” da ALMS o jeito americano de fazer corridas de longa duração é mais animado do que a Europa.

“Eu acho que USCR tem que vender este estilo de corrida e é aonde precisamos estar. Eu não acho que a Europa tem a admiração de corridas de carros como os americanos. Embora existam algumas LMP2 com bons carros no grid, eu realmente olho para eles e os vejo lutando em termos de apoio financeiro. “

Fonte: Speed.com

Published
6 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *