ACO lança oficialmente classe LMP3

lmp3_thumb-25255B3-25255D

O Automobile Club de l’Ouest, lançou hoje oficialmente a nova classe LMP3, que fará sua estreia nas sérias Asiáticas e Europeias organizadas pela entidade em 2015.

O novo LMP será construído apenas com a configuração cupe, terá um chassi de carbono e aberturas na carenagem em cima de cada roda. Os novos modelos serão 15CM mais curtos do que os atuais LMP2, porém com a mesma largura.

Em termos de motorização o carro terá um motor V8 aspirado (420 cv). O módulo eletrônico será fornecido pela Magnetti Marelli e comercializado pela Oreca. A empresa francesa também irá fornecer serviços técnicos e de apoio..

Em termos de custos o carro completo não deve ultrapassar 246 mil dólares (195 mil Euros). Os custos de um carro novo são consideravelmente mais elevados do que inicialmente anunciado. Em novembro, foi dito que um carro deveria custar  mais de 202 mil dólares (150 mil Euros).

Os regulamentos técnicos serão congelados por três anos, no mínimo. O desempenho em termos de tempo de volta será de 2 segundos mais rápido por volta do que um carro da classe GTE.

Espera-se que os custos de manutenção de um carro que vai competir na ELMS em uma temporada completa gire em torno de 350 mil e 400 mil Euros.

Onroak Automotive, SORA / Sébastien Loeb Racing, Tatuus, Riley Technologies, Norma e Juno são conhecidos por estar trabalhando em projetos LMP3 ou demonstraram interesse na nova categoria. Sendo um fornecedor exclusivo de motores, a Oreca não poderá projetar ou vender um chassis LMP3.

Os atuais carros CN ainda serão elegíveis  no Asian Le Mans Series, entre 2015 e 2016, além dos LMP3s, mas a partir de 2017 só carros LMP3 serão aceitos na série.

Especificações técnicas LMP3.

Published
5 anos ago
Categories
LMP3
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *