6 horas de Xangai–Audi vence e garante título

2013-6-Heures-de-Shanghai-02113012-214_hd_thumb-25255B1-25255D

Em uma corrida de 6 horas nada é decidido seja na luta pela pole ou na primeira hora da prova. Quem acompanhou os treinos, principalmente o classificatório se surpreendeu com o bom desempenho e a pole obtida pela Toyota com seu carro #7 era o ingrediente que faltava para termos uma corrida competitiva e assim tentar bater os Audi em condições normais de pista, ao contrário da etapa de Fuji quando tudo se resolveu em menos de 30 voltas.

Já na largada o ritmo dos carros japoneses era superior aos alemães e tudo se desenhava para uma bela vitória, uma vitória convincente por parte da Toyota porém em 6 horas nem tudo é como deveria ser.

Equipe G-Drive vence mais uma

Equipe G-Drive vence mais uma

A vitória do Audi do trio Bénoit Tréluyer, Marcel Fassler e Andre Lotter em cima do Toyota #7 de Alex Wurz, Nicolas Lapierre se deu de uma forma que faz a F1 algo amador. Uma bela ultrapassagem. O endurance com sua grande diversidade de carros, pilotos e sem o jogo político conseguem fazer até as pistas construídas por Hermann Tilke se tornaram interessantes. Lembrando que o carro vencedor teve um pneu furado e um toque com um retardatário logo no começo da prova. Em resumo, estavam decididos a ganhar.

Tudo se resolveu depois da última sequencia de pit spot. A Toyota segura que conseguiria vencer sem precisar trocar pneus fez apenas uma parada para completar o combustível. A diferença era pequena quando saiu dos boxes e acabou sendo um prato cheio para o Audi #1 que já tinha feito a troca e estava com pneus em melhores condições.

Aston Martin #97 e #99 vencem na GTE-PRO

Aston Martin #97 e #99 vencem na GTE-PRO

E mais um vez foi o tráfego que acabou decidindo em favor do carro da Audi. Em uma manobra ousada Bénoit Tréluyer superou tanto o Toyota que naquele momento estava sendo pilotado por Wurz bem como o Morgan da classe LMP2 que “atrapalhava” a disputada. Com pneus desgastado restou o Toyota levar o carro até a linha de chegada.

Em terceiro chegou o #2 campeões da temporada 2013 do WEC Allan McNish. Tom Kristensen e Loic Duval que fizeram uma corrida totalmente atípica se comparada aos “tiros” de velocidade. Em nenhum momento foram combativos e estava apenas levando o carro para o final da corrida. Com o terceiro lugar o #2 chega a 162 pontos contra 131,25 do Audi vencedor e como resta apenas 1 etapa é matematicamente impossível de ser alcançado. O título principalmente para McNish e Kristensen foi muito merecido visto um certo desprezo por parte dos seus companheiros de equipe, principalmente pela vitória nas 24 horas ano passado. Os “velhinhos” ainda tem muita gasolina para queimar.

1399173_476772699104457_394880837_o_thumb-25255B2-25255D

Ferrari da 8Star Racing vence na GTE-AM

Já na classe LMP2 a vitória ficou com o #26 o Oreca da equipe G-Drive Racing. É o terceiro resultado positivo da equipe em quatro corridas o que mostra o bom entrosamento do trio John Martin, Roman Rusinov e Mike Conway. Em segundo o #24 da equipe OAK Racing de Oliver Pla, Alex Brundle e David Heinemeir- Hansson. A diferença do primeiro para o segundo também foi considerável com 34”240.

A superioridade da Aston Martin no seu centenário continua forte. A vitória na classe GTE-PRO foi dupla com o #97 dos pilotos Darren Turner e Stefan Mucke. Em segundo o #99 de Pedro Lamy, Bruno Senna (que voltou para a classe PRO) e Richie Stanaway. Em terceiro a uma volta do líder o Porsche #91 de Bergmeister e Pilet. O quarto lugar da dupla da AF Corse #51 de Bruni e Fisichella acabou beneficiando a luta pelo campeonato na classe já que tudo está indefinido. A classificação está com 125,5 para o time da Aston contra 120 da dupla da Ferrari.

Finalizando a classe GTE-AM a vitória ficou com a Ferrari #81 do trio Enzo Potolichio, Rui Águas e Davide Rigon com um bom desempenho. O segundo lugar ficou com o #76 o Porsche da equipe IMSA Performance Matmut de Narac, Vernay e Palttala que chegou a uma volta do líder. Em terceiro o Aston #96 de Campbell-Walter, Adam e Hall. A vitória da classe poderia ter sido do Aston #95 porém com problemas mecânicos abandonou com pouco mais de 100 voltas.

A próxima etapa será no dia 30 deste mês em Sakhir no Bahrein. Abaixo a classificação final.

Classificação final das 6 horas de Xangai.

Published
5 anos ago
Categories
2013Aston MartinAudiFerrariLMP2OrecaWorld Endurance Championship
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *