24 horas de Le Mans 2012–Audi vence sua 11º com facilidade mas já tem um novo concorrente azul.

335971_10151864948355192_1177730142_o

As 24 horas deste ano foram de certa forma fáceis para a Audi. Não que uma prova de 24 horas seja algo tranquilo de se vencer ou se completar mas a estrutura que a equipe Alemã montou nos últimos anos qualquer problema pode ser corrigido de forma rápida e de qualidade.

Sempre fico com um pé atrás quando uma equipe com vários carros de ponta lutam pelo primeiro lugar. A direção do time deve ser muito estruturado para evitar o excesso de seus pilotos. Desde a etapa de SPA os quatro carros do fabricante se comportaram de forma brilhante e em nenhum momento ficaram dividindo curvas ou forçando situações aonde poderiam por a liderança ou a posição em risco. Se existiu jogo de equipe como na F1? Se existiu partiu mais dos pilotos que se respeitam muito e não jogariam fora 1 ano por conta de vontades individuais.

E assim largaram os carros para um prova aonde não tivemos grandes contratempos ou grandes períodos com o carro de segurança na pista. Desde o começo os carros da equipe Toyota se mostraram rápidos e combativos. A escolha da equipe pelos pilotos da finada Peugeot foi a melhor pois eles não teriam medo dos carros da Audi e o que se viu foi uma bela disputa. A única dúvida seria em que momento eles iriam quebrar. O carro #07 parou com pouco mais de 12 horas de prova depois de muitas idas e vindas para os boxes. Já o #8 voou de um jeito que ninguém queria. Acabou se acidentando depois de um toque na Ferrari da AF Corse pilotada por Piergiuseppe Perazzini. Anthony Davidson que esta pilotando o Toyota fraturou a 2 vertebras e ficará mais de 3 meses sem entrar em um carro. O piloto está em um hospital de Le Mans e não tem previsão de alta.

Mesmo com os dois abandonos uma coisa a Toyota já conseguiu. Provar que o carro é bom e principalmente rápido. Como vai se comportar em uma corrida de 6 horas? Só mudou a marca mas a cor que vai estar lado a lado com a Audi é a mesma o Azul escuro.

Os vencedores do Audi #1 Marcek Fassler, André Lotterer e Benoit Tréluyer fizeram uma condução perfeita sem erros ou exageros até por que não tiveram adversários diretos o que podia deixar o trio desmotivado. Esperava mais do trio do Audi #2 Dindo Capello, Tom Kristensen e Allan McNish mas eles não conseguiram seguir o trio vencedor. Mas nem tudo são flores para o time alemão. O Audi #3 que acabou em 5º lugar foi protagonista de uma das melhores imagens da corrida. Ainda no começo Romain Dumas acabou acertando a parece de pneus, sem perder tempo saiu do carro arrancou a carenagem quebrada evitando assim uma bandeira preta por andar na pista soltando pedaços do carro e voltou a pista. Mostrou garra e principalmente vontade de chegar ao final. Esse é o espírito de Le Mans. Por mais que a vitória seja o objetivo principal terminar uma corrida de 24 horas não é para qualquer um.

Entre os modelos a gasolina o #12 da equipe Rebellion não fez feio e acabou em 4º lugar no geral. O trio formado por Nicolas Prost, Nell Jani e Nick Heidfeld mostrou total sinergia e em não cometeu erros, mérito também do ótimo conjunto Lola-Toyota que não apresentou problemas. Sem dúvidas sérios candidatos ao título na categoria “essência” no mundial de endurance. O segundo lugar entre os modelos a gasolina coube ao HPD da equipe JRM aonde competiam David Brabham, Karun Chandhok e Peter Dumbreck.

Outros P1 que ficaram pelo caminho foram o Pescarolo 03 que deu 20 voltas e acabou abandonando por problemas mecânicos. Também da Pescarolo o Dome com problemas voltou faltando 30 minutos para acabar a prova para cruzar a linha de chegada. A equipe uma das mais queridas do endurance precisa se organizar para continuar no mundial. Bons carros provaram que tem basta acabar as provas e principalmente dinheiro!!!

Já na classe LMP2 o HPD #44 da Starworks Motorsports ficou com a vitória desbancando a equipe ADR e todas as outras com motores Nissan.

Entre os GTs da classe PRO a alternância nos primeiros lugares foi grande e a vitória acabou nas mãos da Ferrari #51 da equipe AF Corse do trio Fisichella, Bruni e Vilander. Em segundo outra Ferrari #59 da equipe Lurury Racing com Frédérico Makowiecki, Jaime Melo e Dominick Farbacher, o trio só não ganhou a prova pois logo no começo o carro quase abandona por causa de pane seca. Em terceiro surpreendendo a muitos o Aston Martin #97 de Adrian Fernandez, Stefan Micke e Darren Turner. Na GT-AM depois de uma disputa com o Porsche da equipe IMSA a vitória ficou com o Corvette da equipe Larbre. Em terceiro fechando o pódio da classe a Ferrari #57 da equipe Krohn Racing.

Resultado completo.

Published
6 anos ago
Categories
24 Horas Le MansAston MartinAudiCorvetteDomeFerrariHPDLolaPescaroloPeugeotPorscheToyota
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *